Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Carnaval de Jundiaí terá 14 blocos e oito escolas de samba

SIMONE DE OLIVEIRA | 16/02/2019 | 05:03

Em 2019, o Carnaval de Jundiaí terá 14 blocos de rua e oito escolas; estas divididas entre o grupo Especial e de Acesso. A partir do dia 22 de fevereiro, o primeiro bloco já estará nas ruas abrindo a folia da cidade. As escola desfilam dia 2 de março (Mocidade Alegre, Caprichosos de Jundiaí, União da Vila Rio Branco e Leões da Hortolândia) e dia 5 (Marujos da Zonal Sul, União do Povo, Arco-Íris e Unidos da Zona Leste). Confira a programação dos blocos ao lado.

De acordo com a administração pública, os locais de trajetos, datas e horários dos desfiles foram alinhados com os representantes de cada agremiação, e a confirmação veio após encontro realizado na Sala de Situação do Paço Municipal. Na ocasião, participaram os representantes de Unidades de Gestão da Prefeitura, da Companhia de Informática de Jundiaí (Cijun), Guarda Municipal, Gabinete de Gestão integrada Municipal (GGIM), Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e da Liga Jundiaiense das Escolas de Samba (Lijunes).

Os desfiles das escolas de samba ficarão concentrados em área na Cidade Administrativa, próximo ao Terminal da Vila Hortolândia, e ao longo do ano deve servir como espaço para ações de educação para o trânsito e de cultura. “A alternativa contempla um espaço adequado para os foliões. Este ano também propusemos o chamamento para os blocos, a fim de organizá-los, e abrimos o edital para o patrocínio de toda a infraestrutura da festa por parte da iniciativa privada, o que vai garantir economia de dinheiro público”, disse o gestor da Unidade de Cultura, Marcelo Peroni.

Empresas interessadas em patrocinar o Carnaval 2019 podem consultar o edital publicado pela Prefeitura de Jundiaí, por meio da Unidade de Gestão de Cultura (UGC), e formalizar a inscrição até o dia 18 de fevereiro, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

BLOCOS
Este ano, com as mudanças no edital, os blocos arcarão com as despesas com segurança e banheiros químicos. Entre aqueles que já manifestaram interesse em desfilar está o tradicional Kekerê. Segundo um dos diretores, Nando Nicioli, este ano os custos devem chegar a 15% a mais do que o previsto. Todo o orçamento gira em torno de R$ 7 mil.

“Arcamos com grande parte das despesas para desfilar e levar diversão gratuita para a população que gosta de Carnaval. É mais do que necessário que a administração pública coopere com os blocos, pois neles encontra uma parceria incontestável no que diz respeito a lazer”, diz Nando, lembrando que o desfile será dia 24, às 14h.

Para ele, é uma pena que alguns tenham desistido dos desfile. “Este edital veio tardiamente ao conhecimento dos blocos e pegou todos num contra-pé. Isto deve-se, na nossa opinião, à falta de planejamento antecipado dos desfiles”, comenta. O Centro Integrado de Comando e Controle de Jundiaí (CICCJ), sistema de integração entre as forças de segurança e demais segmentos envolvidos, irá monitorar cada passo dos blocos por meio de câmeras espalhadas pelas ruas e avenidas.

carnaval


Link original: https://www.jj.com.br/cultura/carnaval-de-jundiai-tera-14-blocos-e-oito-escolas-de-samba/
Desenvolvido por CIJUN