Cultura

Cinemas de Jundiaí exibem o último 'Como treinar seu Dragão'


Nove anos após a estreia do primeiro "Como Treinar o Seu Dragão", a terceira sequência do filme chega aos cinemas nesta quinta-feira (17) para fechar um ciclo, em cerca de mil salas em todo o país. Em Jundiái será exibido no JundiaíShopping (Cinépolis) e no Maxi Shopping (Moviecom). O longa é o último da franquia de animação baseada livremente nos best-sellers da escritora inglesa Cressida Cowell, que contam as aventuras do herói Soluço, sua namorada destemida, Astrid, e, claro, o carismático dragão Banguela. Nesta nova aventura, o grupo de vikings e dragões se depara com uma ameaça ainda maior e Banguela corre risco nas mãos de um caçador de Fúrias da Noite -a espécie do raro animal. A saída mais fácil, então, parece ser fugir da vila onde vivem, o que dá margem para o grupo conhecer lugares paradisíacos em busca do "Mundo Escondido", descrito apenas nas lendas. Mas essa pode não ser a melhor escolha. Em paralelo, cada personagem da trama precisa lidar com suas próprias batalhas internas: seja uma briga entre irmãos, controlar uma aldeia, entregar-se ao amor e fazer escolhas difíceis. Soluço assume cada vez mais responsabilidades como governante de Berk, mas também enfrenta duras questões em seus relacionamentos e sobre o futuro. Banguela segue a mesma linha de seu treinador: acaba se apaixonando pela Fúria da Luz e busca a sua independência. Em quase duas horas de filme, "Como Treinar o Seu Dragão 3" fala sobre as dores de crescer, a coragem para enfrentar o desconhecido e a vontade de proteger quem você ama. Mas também mostra a beleza desse processo. Por isso, acaba emocionando não apenas os pequenos fãs da animação, mas também os adultos: que se reconhecem a cada passo para o futuro que Soluço dá. EXPECTATIVA Uma das franquias mais importantes da Universal Studios, "Como Treinar o Seu Dragão" já arrecadou mais de US$ 1 bilhão de dólares ao redor do mundo. O primeiro longa, de 2010, teve uma das maiores bilheterias da DreamWorks Animation e chegou a ser indicado ao Oscar de melhor animação e de trilha sonora. A continuação, lançada em 2014, levou o prêmio de melhor animação do Globo de Ouro e foi novamente indicada ao Oscar. E o terceiro filme já estreia com apoio da crítica: mesmo que a história acene para um desfecho bem-sucedido. "Criamos o que achamos ser uma maneira agridoce de dizer adeus aos personagens", disse o diretor, Dean DeBlois, em entrevista à revista Entertainment Weekly. T_dragao

Notícias relevantes: