Cultura

Discos brasileiros com audições comentadas

T_bhjjcpcenkapkhpk
Crédito: Reprodução/Internet
Até a última quarta-feira do mês, acontecem as sessões de audição comentada ‘Discos Emblemáticos Brasileiros’, com DJ Simoníssima, no Sesc Jundiaí. Neste projeto, Simoníssima Jablkowicz apresenta a cada dia um álbum diferente - uma seleção de trabalhos que fizeram história no país - ‘Jardim Elétrico’ (Mutantes) e ‘Índia’ (Gal Costa) estão entre eles. A atração Discos Emblemáticos é gratuita, livre para todos os públicos, e os encontros acontecem no Espaço de Tecnologias e Artes, com disponibilidade de 40 vagas. Dia 15, quarta, 20h Álbum JARDIM ELÉTRICO - MUTANTES A história do quarto álbum dos Mutantes, gravado no Brasil, é bastante singular: a banda tinha aceitado um convite para apresentações no exterior, feito por intermédio do empresário Marcos Lázaro e, durante sua estada na Europa, gravaram nos estúdios Des Dames, em Paris, um disco inteiro chamado Technicolor. Produzido por Carlos Olms, esse trabalho demorou incríveis três décadas para ser lançado, porque, segundo diferentes fontes, a Philips não demonstrou grande interesse no projeto de fazer os Mutantes um grupo de nível internacional. Dia 22, quarta, 20h Álbum SECOS E MOLHADOS O lançamento do primeiro LP do Secos e Molhados, que leva o nome do grupo, impressionou o público brasileiro. Era um grupo completamente diferente de tudo o que se conhecia na época. Trazia o incrível Ney Matogrosso nos vocais, letras contra a política dos militares e estilo marcado pela MPB e pelo rock progressivo. Além do conceito visual, traduzido por meio das máscaras que o quarteto usava e da performance de palco nunca antes vista no Brasil. O álbum vendeu mais de 300 mil cópias. Dia 29, quarta, 20h Álbum ÍNDIA – GAL COSTA Em 1973, Gal Costa lançou seu álbum Índia, que na época foi censurado por mostrar demais a brasilidade da cantora: um close nela de tanga vermelha, vestindo colares de contas e tirando sua saia indígena. A solução que a gravadora achou para continuar vendendo foi envolver o álbum num plástico azul, o que aumentou ainda mais a curiosidade do público, acarretando numa vendagem enorme. A contracapa também não deixava a desejar, mostrando Gal com os seios de fora e vestida de índia.

Notícias relevantes: