Cultura

Espetáculo do Lume Teatro terá dupla apresentação


T_Kintsugi_Alta_Alessandro Soave-6alta_MENOR
Crédito: Reprodução/Internet
Após estreia e temporada em São Paulo, no Sesc Paulista, o Lume Teatro – grupo sediado em Campinas há 34 anos – traz para Jundiaí o espetáculo ‘Kintsugi, 100 memórias’, hoje e amanhã, às 20h e 19h, no Teatro do Sesc Jundiaí. O espetáculo passou também pelas cidades de Londrina-PR, Bauru-SP, Fortaleza-CE, Florianópolis-SC e Campinas-SP. ‘Kintsugi, 100 memórias’ parte dos limites da teatralidade para tratar de um tema comum: a memória, apresentada como um exercício do presente. Por meio da autoficionalização desconstruída, histórias pessoais e coletivas (do próprio grupo e de pessoas pesquisadas pelos atores) são apresentadas crises passadas, erros cometidos, cicatrizes de cada história. ‘Kintsugi, 100 memórias’ propõe um reencontro com a dor como ato de superação. Criado pelos atores Ana Cristina Colla, Jesser de Souza, Raquel Scotti Hirson e Renato Ferracini, o espetáculo tem a direção do argentino Emilio García Wehbi; dramaturgia do carioca Pedro Kosovski e desenho sonoro de Janete El Haouli e José Augusto Mannis. Kintsugi, ou a beleza da imperfeição, é uma palavra japonesa que significa emenda com ouro, e também a arte que consiste em reparar cerâmica quebrada com uma mistura de laca e pó de ouro, prata ou platina. Com valores entre R$ 9,00 e R$ 30,00, os ingressos estão à venda no portal sescsp.org.br/jundiai e nas bilheterias das unidades. Oficina Além do espetáculo, o ator Jesser de Souza, do Lume Teatro, chega em Jundiaí com a oficina ‘Treinamento Técnico Para o Trabalho em Cena’. O curso acontece do dia 27 a 29 (quarta, quinta e sexta), das 18h às 22h. A oficina é gratuita e oferece 20 vagas. Para se inscrever é necessário enviar seu currículo artístico e carta de interesse para o e-mail [email protected] Lume Teatro O Lume Teatro é um núcleo interdisciplinar de pesquisas teatrais da Unicamp e, ao mesmo tempo, é um coletivo de sete atores e atrizes que se tornou referência internacional para artistas e pesquisadores no redimensionamento técnico e ético do ofício de ator. Ao longo de 34 anos, tornou se conhecido em mais de 26 países, desenvolvendo parcerias especiais com mestres da cena artística nacional e mundial.

Notícias relevantes: