Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Maior exposição sobre Serra do Japi chega em março

DA REDAÇÃO | 12/02/2020 | 09:00

Acontece na cidade uma grande movimentação para a realização da maior exposição de artes visuais sobre a Serra do Japi. Tanto em número de artistas, sendo 21, quanto obras inéditas, feitas exclusivamente para a exposição. O evento acontece na Fazenda Montanhas do Japi, localizada na avenida Luiz Gobbo, 5650 – Santa Clara.

O Evento “Exposição Serra do Japi: uma convergência de olhares e imaginários”, pretende ser a maior exposição de artes visuais realizada na região, com os olhares voltados para a Serra e sua preservação. A mostra terá participação de artistas de Jundiaí e Região e até de outros estados, tais como: Inos Corradin, André Crespo, Guilherme Kramer, Fábio Cobiaco, Carlo Batistella e Marcelo Neves.

O evento será dividido em três momentos:
No dia 7 de março, pré-estreia, o evento acontece na Serra do Japi. Estarão presentes representantes do poder público, artistas, apoiadores e patrocinadores.

Os visitantes terão a oportunidade de conhecer mais de 70 obras de arte inéditas, criadas exclusivamente para esta exposição. Além disso, ganharão uma serigrafia do artista Guilherme Kramer e participarão de sorteio de brindes, interações artísticas como flash portraits, live paintings, e ainda um café da manhã na Fazenda Montanhas do Japi.

Este dia será especialmente voltado para pessoas interessadas no mercado de arte, como galeristas, decoradores, arquitetos, engenheiros e amantes da arte em geral.

Parte dos valores obtidos com a venda dos quadros (25%) será revertido para a Associação Mata Ciliar de Jundiaí.

No dia 8 de março, estreia oficial, o evento será aberto ao público em geral, com entrada franca e extensa lista de atividades, como danças circulares, palestras sobre abelhas nativas e oficinas de arte. Os presentes, poderão adquirir serigrafias com preços bem convidativos, além de passar momentos encantadores em uma propriedade da região.

Já no dia 12 de março, as obras serão expostas na Pinacoteca Diógenes Duarte Paes, em Jundiaí, onde permanecerão até o final do mês de março. O horário de funcionamento é: de terça a sexta-feira, das 10h às 17h;aos sábados, domingos e feriados, das 9h às 16h.

Financiamento
Para que o evento aconteça, uma campanha de financiamento coletivo está na internet onde as pessoas colaboram com valores a partir de dez reais. Há também um sistema de recompensas pelas colaborações. Os nomes dos apoiadores serão divulgados nos dias do evento.

A plataforma apresenta várias categorias de colaboração e, para cada uma, existem recompensas que são verdadeiras obras de arte, pois foram desenvolvidas pelos artistas que participarão da expo. Dependendo dos valores, são bancos, caixas de abelhas, gravuras, experiências na Serra, conjunto de gravuras por preços inimagináveis, entre outros trabalhos. Serão serigrafias a partir de R$100,00 ou por preços ínfimos, como é o caso da obra realizada pelo incrível Inos, que será comercializada por apenas R$ 230,00, com uma tiragem de 25 exemplares. Portanto, esta campanha visa colaborar para que todo o evento possa acontecer e permanecerá no ar até um dia antes do evento.
Neste link, é possível conferir sobre as atividades que serão realizadas e contribuir com o evento.


Leia mais sobre |
Link original: https://www.jj.com.br/cultura/maior-exposicao-sobre-serra-do-japi-chega-em-marco/
Desenvolvido por CIJUN