Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Musicoteca, a nova aposta da professora Josette Feres

ARIADNE GATTOLINI | 31/03/2018 | 05:13

Véspera de Natal e as carriolas cheias de livros e partituras atravessavam a rua Prudente de Moraes entre a residência da professora de Música e uma das mais proeminentes pedagogas musicais brasileiras, Josette Feres, rumo ao seu novo empreendimento, uma musicoteca para consulta de partituras e livros. São mais de duas mil partituras e centenas de livros. Aos 85 anos, a intrépida professora quer divulgar o legado que construiu em suas mais de seis décadas dedicadas à música.

A iniciativa está instalada em seu próprio imóvel, onde nasceu a Escola de Música de Jundiaí, em 1971 – expoente na formação de músicos eruditos (e exportados para o mundo todo) e será inaugurada no próximo dia 7 de abril. A ideia é facilitar a vida dos estudantes, promover a divulgação de componentes raros e ampliar o conhecimento dos estudiosos do tema.

[LEGENDA]Aluna de Villa-Lobos, a professora Josette reuniu seu acervo e agora vai disponibilizá-lo para estudantes de música . Foto: Rui Carlos

Aluna de Villa-Lobos, a professora Josette reuniu seu acervo e agora vai disponibilizá-lo para estudantes de música . Foto: Rui Carlos

As partituras estão catalogadas para música de câmara, violino, viola, violoncelo, flauta transversal, conjunto musical, percussão e violão. Criadora da musicalização para bebês e crianças no Brasil, Josette tem uma vasta biblioteca sobre o tema, que inclui psicologia infantil, psicopedagogia, teoria, musicalização e o corpo, canto infantil e até mesmo exercícios de ioga.

A irrequieta professora, aluna de Villa-Lobos, amiga de Monteiro Lobato, afirma, com seu pragmatismo próprio, que não suportava mais os livros espalhados pela garagem, cozinha, quartos de sua vasta casa. “Achei melhor catalogar tudo.” Sábia, não irá emprestar os livros. Eles serão consultados no local, caprichosamente arrumado com mesas e um piano: “A pessoa pode tocar o que está lendo na partitura”, explica. Quem precisar poderá tirar cópias ou escrever sobre o tema.

Com uma vida dedicada à música e aos seus alunos, Josette põe o saber em movimento. Sobre o piano, a partitura de “Sururu na cidade”, de Zequinha de Abreu e muitas outras raridades importadas dos EUA. Quem quiser conhecer o acervo só com hora marcada pelo telefone da Escola de Música Jundiaí, 4521-5120.


Link original: https://www.jj.com.br/cultura/musicoteca-a-nova-aposta-da-professora-josette-feres/
Desenvolvido por CIJUN