Cultura

Teatro do Concreto encena espetáculo hoje


T_02.2020 - Teatro - Festa de Inauguracao - 1
Crédito: Reprodução/Internet
Hoje (14), às 20h, o grupo Teatro do Concreto, de Brasília (DF), encena no espaço cênico do Sesc Jundiaí a peça 'Festa de Inauguração'. Os ingressos estão à venda na bilheteria e pela internet e custam a partir de R$ 9,00. O espetáculo é para maiores de 18 anos, pois contem cenas de nudez. 'Festa de Inauguração', dirigida por Francis Wilker, é uma obra sobre a destruição. Os atores Gleide Firmino, Micheli Santini, Adilson Diaz e Diego Borges recolhem os cacos que sobraram do choque entre placas tectônicas, inundações, bibliotecas em chamas, estátuas que perderam a cabeça e dos próprios corpos, palavras e desejos. Ao vasculhar ruínas, descobrem discursos que nunca foram inaugurados. O ponto de partida para a criação da obra foi um fato ocorrido em Brasília no ano de 2011, quando uma manutenção no salão verde do Congresso Nacional exigiu que paredes fossem quebradas a fim de que se descobrisse as causas de um vazamento, isso resultou na descoberta de frases escritas em 1959 pelos operários originais responsáveis pela construção do prédio, inaugurado em 1960. O processo investigou o ato de destruir, reconstruir e produzir narrativas como um ciclo constante na história da humanidade. Grupo Fundado em 2003, o Teatro do Concreto é um grupo de Brasília que reúne artistas interessados em dialogar com a cidade e seus significados simbólico e real por meio da criação cênica. Assume, desde sua origem, a diversidade e a pesquisa como princípios de gestão e composição artística, mobilizando criadores de diversas regiões do Distrito Federal e aprofundando a interação com diferentes artistas e áreas do conhecimento. Ao longo de sua trajetória, o grupo estreou 9 espetáculos e intervenções cênicas, publicou 3 obras de referência para o campo da pesquisa teatral e realizou diversos projetos de interação com a comunidade os quais extrapolam a dimensão dos palcos, consolidando-se como referência para o teatro de grupo na região Centro-Oeste. Ganhou projeção nacional com a circulação dos espetáculos Diário do Maldito (2006) – que recebeu o Prêmio Sesc do Teatro Candango nas categorias de Melhor Atriz e Melhor Cenografia – e Entrepartidas (2010) – que recebeu o Prêmio Sesc do Teatro Candango nas categorias de Melhor Espetáculo, Melhor Direção, Melhor Ator e Melhor Dramaturgia. Serviço Quando: Hoje, às 20h Onde: Teatro | 70 lugares Quanto: R$ 9,00 (credencial plena), R$ 15,00 (meia) e R$ 30,00 (inteira) Classificação: 18 anos

Notícias relevantes: