Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Trançando Arte Brasil terá Margareth Menezes

| 05/06/2014 | 00:05

Simpósio, atividades culturais, artesanato, alimentação e muito mais. É o que vai encontrar o público que passar pelo Pavilhão Central do Parque Comendador Antônio Carbonari (Parque da Uva), no domingo, 8, das 9h às 21h, no 5º Encontro Nacional de Trançadeiras – Trançando Arte Brasil. A entrada é gratuita.

Promovido pela Prefeitura de Jundiaí, por meio da Coordenadoria Especial de Políticas Públicas para Promoção de Igualdade Racial (Cepppir), o evento, que no ano passado reuniu mais de duas mil pessoas no Complexo Argos, visa reunir e levar conhecimento aos profissionais das tranças, além de ser considerada ação de preservação  de uma das mais antigas tradições da África.

O evento tem início às 9h, com o simpósio: “O protagonismo através do autoestilismo, da modelagem 3D e da modelagem capilar na criação da identidade, consumo e manipulação da aparência entre os Negros Brasileiros”, ministrado pelo mestrando em História Social pela PUC-SP, Jaergenton de Souza Corrêa.

“A trança é uma linguagem que sobreviveu à escravidão e carrega muito da cultura negra. Apresentaremos aos profissionais da trança que eles são formadores de opinião e que atuam não só dentro do salão, mas também contribuem com a sociedade de forma a propagar essa cultura”, explica Jaergenton.

Segundo Vanderlei Victorino, coordenador do Cepppir, é possível identificar a região da pessoa pelo tipo da trança. A forma de fazer o trançado no cabelo é diferente em cada Estado do Brasil.

Programação – A partir das 13h, diversas atividades culturais, como: desfile de tranças afro, dança afro, coral afro Thulany, Banda Mika Soul, Banda Let’s Groove e Grupo Wu Clan Negril. Encerrando a programação, às 20h, uma das mais prestigiadas cantoras baianas Margareth Menezes apresenta o show  “Para Gil & Caetano”.


Link original: https://www.jj.com.br/cultura/trancando-arte-brasil-tera-margareth-menezes/
Desenvolvido por CIJUN