Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Ajuda ‘extra’ para quitar as contas do Fisco

| 25/06/2014 | 00:00

A parcela de entrada do programa Refis da Crise (de renegociação de dívidas, de todos os tipos, de contribuintes com a União) será reduzida pelo governo para permitir que mais empresas peçam o parcelamento, A novidade foi anunciada pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega.

O valor correspondia a 10% para dívidas de até R$ 1 milhão e 20% para débitos acima de R$ 1 milhão. Agora, o governo enviará outra medida provisória ao Congresso mudando os limites. A parcela de adesão cairá para 5% para dívidas de até R$ 1 milhão, para 10% nos débitos entre R$ 1 milhão e R$ 10 milhões e para 15% nas dívidas entre R$ 10 milhões e R$ 20 milhões. Apenas para dívidas acima de R$ 20 milhões, a prestação de entrada foi mantida em 20%.

A adesão ao Refis da Crise vai até o fim de agosto. Apesar de a redução da parcela de adesão permitir que mais empresas peçam a renegociação, o ministro manteve a estimativa de arrecadar R$ 12,5 bilhões com o programa até o fim do ano. Em 2013, a reabertura do Refis e de renegociações especiais rendeu R$ 21,8 bilhões aos cofres públicos.


Link original: https://www.jj.com.br/economia/ajuda-%c2%91extra%c2%92-para-quitar-as-contas-do-fisco/
Desenvolvido por CIJUN