Economia

Bloqueio em estradas leva à falta de combustível em Minas e filas no Vale do Paraíba

Brasília - Postos de combustíveis ajustam os preços e repassam para o consumidor o aumento da alíquota do PIS e Cofins pelo litro da gasolina(Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Crédito: Reprodução/Internet

Em Minas Gerais, já há falta de combustível em postos em várias regiões do estado, de acordo com o Minaspetro (sindicato dos postos), devido à greve dos caminhoneiros autônomos. O cenário não é isolado: no Vale do Paraíba, em São Paulo, há filas quilométricas em postos. O principal problema está no bloqueio da BR-381, onde fica a Regap (Refinaria Gabriel Passos), que impede o tráfego de caminhões. Devido a isso, as bases das companhias distribuidoras estão fechadas e postos na região metropolitana de Belo Horizonte e no interior não estão sendo reabastecidos.

[caption id="attachment_25163" align="alignleft" width="300"]Brasília - Postos de combustíveis ajustam os preços e repassam para o consumidor o aumento da alíquota do PIS e Cofins pelo litro da gasolina(Marcelo Camargo/Agência Brasil) (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)[/caption]

"Caso o cenário de greve persista nas próximas horas e dias, há sim o risco de desabastecimento geral dos estoques, uma vez que os postos que ainda possuem o produto para a venda ao consumidor poderão não ter a efetiva renovação dos combustíveis armazenados", diz trecho de nota do Minaspetro. O sindicato ainda tem pedido aos consumidores que não façam "corrida aos postos", para não acelerar o processo de desabastecimento dos estabelecimentos. Essa corrida já tem sido registrada no interior de São Paulo. No Vale do Paraíba, há postos em São José dos Campos com filas quilométricas para abastecimento.

"Não sei até quando vai durar isso [greve] e minha gasolina estava quase acabando. O jeito é tentar encher o tanque até passar a paralisação", afirmou o representante comercial Carlos Antonio Gonçalves, que aguardava havia mais de uma hora na fila para abastecer o carro.


Notícias relevantes: