Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Cai 4,83% consulta ao comércio

| 04/10/2014 | 09:47

O número de consultas para vendas a prazo ao banco de dados do SPC Brasil, que reflete o nível de atividade no comércio para compras parceladas, recuou 4,83% em março, em relação ao mesmo mês do ano passado, informou na segunda-feira (7) a Confederação Nacional de Dirigentes e Lojistas (CNDL).

Segundo a entidade, este é o pior resultado já registrado neste tipo de comparação desde janeiro de 2012, quando tem início a série histórica do SPC Brasil. O indicador de vendas é divulgado mensalmente e leva em consideração pontos de venda cadastrados nos 26 estados brasileiros e no Distrito Federal.

Para a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), o resultado representa a “tendência de desaquecimento da atividade varejista, observada a partir de março de 2013, influenciada principalmente pela escalada dos juros, inflação alta e pelo menor crescimento da renda do trabalhador brasileiro”.

“Estamos passando por um momento muito difícil para o setor, já que o custo para comprar a prazo aumentou ao mesmo tempo em que o poder de compra do salário dos consumidores está crescendo menos”, avaliou o presidente da CNDL, Roque Pellizzaro Junior.


Link original: https://www.jj.com.br/economia/cai-483-consulta-ao-comercio/
Desenvolvido por CIJUN