Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Comerciantes devem agir conforme a necessidade durante a Copa do Mundo

FELIPE TOREZIM | 09/06/2018 | 04:00

A FecomercioSP orientou aos empresários que estipulem o funcionamento de seus comércios de acordo com a necessidade de cada um, durante a Copa do Mundo, que começa no dia 14 de junho. Em nota, a Federação diz que cada empresa deve considerar a importância cultural do evento para os brasileiros e aconselha que o empregador flexibilize o horário mediante a banco de horas ou seja disponibilizado um telão para que os funcionários assistam aos jogos do Brasil.

Foi pensando no contexto cultural que a proprietária de uma loja de materiais industriais, Janaína Bezerra, de 30 anos, resolveu alterar o horário de abertura e fechamento do estabelecimento. “Quando o Brasil jogar à tarde vamos fechar mais cedo e, quando for de manhã, vamos abrir mais tarde”, revela.

LEIA TAMBÉM: Por Dia dos Namorados, comércio fica aberto até mais tarde no sábado (9) e segunda-feira (11)

Para ela, a Copa não se resume apenas ao Brasil, mas como não pode deixar o comércio fechado em todo o período, ela encontrou uma solução. “Coloquei TV a cabo e vamos deixar o aparelho ligado o tempo todo. Terão vários jogos legais e os clientes também gostam de assistir”, conta.
A orientação do Ciesp está alinhada a do comércio. Segundo informações da entidade, cada indústria adotará a medida que não atrapalhe a sua produção, liberando os funcionários que poderão ou compensar as horas ou abonar ou ainda utilizar banco de horas.

A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) também anunciou mudança de horários nas agências. Na primeira fase, os bancos funcionam das 13h as 17h no dia 22 e das 9h as 13h no dia 27.

Expectativa comércio
De acordo com a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), o evento deve gerar um impacto positivo de R$ 1,5 bilhão no varejo brasileiro. As vendas no devem aumentar de 7,9% em relação 2014. Segundo o presidente da Câmara dos Lojistas de Jundiaí e Região (CDL), Edison Maltoni, ainda não há um levantamento de Jundiaí, mas há uma movimentação positiva.

 

Janaína providenciou TV a cabo para agradar clientes nos jogos da Copa (foto: Rui Carlos)

Janaína providenciou TV a cabo para agradar clientes nos jogos da Copa (foto: Rui Carlos)


Link original: https://www.jj.com.br/economia/comerciantes-devem-agir-conforme-a-necessidade-durante-a-copa-do-mundo/
Desenvolvido por CIJUN