Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Contratação de menores aprendizes registra aumento de 21% em Jundiaí

VINICIUS SCARTON | 15/12/2018 | 05:00

Aos 18 anos, o menor aprendiz Jonathan Zwancow já sonha em fazer carreira. Atuando no setor de Recrutamento da Astra, ele projeta a continuidade na empresa. “Trata-se de uma grande experiência em minha vida. A Astra é uma empresa imensa, com mais de 60 anos de atuação e a minha meta é a efetivação”, ressalta. Assim como ele, Erick Cristian da Silva, 18 anos, também atua como menore aprendiz há seis meses na mesma empresa. Erick foi inserido no setor de Assistência Técnica Comercial e sonha com a efetivação ao término do contrato. “Essa experiência tem sido ótima. Fui muito bem recebido por todos e acho muito interessante o fato da empresa capacitar os jovens. Tenho a ideia de permanecer na Astra, após o contrato”, confirma.
Os dois chegaram ao mercado de trabalho por meio de um programa em crescimento na cidade. Jundiaí registrou aumento de 21% em contratações de menores aprendizes em 2018. De acordo com levantamento do Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE), de janeiro a novembro de 2017, a cidade contabilizou 1.407 contratações. Já no mesmo período de 2018 foram 1.701.
Segundo a supervisora da Unidade Jundiaí do CIEE, Talita Farias, os segmentos de indústria, comércio e serviços contratam jovens para atuar nas áreas de administração, logística, produção, comércio e varejo, além de práticas bancárias.
Para Talita, o primeiro emprego é fundamental na vida de cada jovem por diversos motivos. “Essa experiência proporciona descobertas e habilidades ainda não conhecidas. Afinal, quando o jovem está inserido no mercado de trabalho cumprindo horários, obrigações, desenvolve amadurecimento, experiência e o autoconhecimento, explorando limites internos que na maioria das vezes não acreditava ser capaz”, comenta.

OPORTUNIDADE

A empresa Astra é um exemplo de geração de oportunidades para o público em questão. Segundo a supervisora de seleção e treinamento Marisa Aparecida Nadalim Massorotto, atualmente cerca de 70 menores aprendizes estão inseridos em diversos funções administrativas e também na área de produção. “As contratações atendem jovens a partir de 16 a 22 anos. É necessário que estejam cursando o Ensino Médio ou tenha concluído”, explica.

Marisa explica que o contrato de menor aprendiz tem a duração de 8 meses. “Neste período, o jovem tem a oportunidade de se capacitar dentro da empresa, com aulas diárias de duas horas e meia e cinco horas e meia na parte prática dentro do setor”, diz.

PREFEITURA

Através da Unidade de Gestão de Assistência e Desenvolvimento Social (UGADS), a Prefeitura de Jundiaí promove pelo programa “Jovem para o Futuro” a preparação de jovens, via CIEE e Faculdade Anhanguera, ou via capacitações do Programa Acessuas Trabalho, do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), e o encaminhamento para entrevistas. Somente em 2018, o banco de talentos da Unidade com jovens capacitados e aptos para o encaminhamento contabiliza 370 jovens e são mais de dez as empresas parceiras contratantes. A Unidade de Gestão de Administração e Gestão de Pessoas informa que a Prefeitura não trabalha com o projeto de Menor Aprendiz. Atualmente, há um estudo em andamento da Unidade para avaliar a viabilidade de uma futura implementação.

COMO PARTICIPAR
Os jovens interessados em ingressar no mercado de trabalho como jovem aprendiz e concorrer às vagas do programa Aprendiz Legal, precisam estar cadastrados no banco de dados do CIEE, e manter seu cadastro atualizado, por meio do site www.ciee.org.br ou ir pessoalmente até uma unidade do CIEE. Já para o jovem que deseja atuar na Astra é necessário efetuar o cadastro no site da empresa (www.astra-sa.com.br), a partir do campo “Trabalhe Conosco”. Além disso, a empresa também recebe currículos diretamente para o setor de recrutamento, através do e-mail: selecao@astra-sa.com.br

T_CIEE


Link original: https://www.jj.com.br/economia/contratacao-de-menores-aprendizes-registra-aumento-de-21-em-jundiai/
Desenvolvido por CIJUN