Economia

Crescimento fica em 1,1% em 2018


O PIB (Produto Interno Bruto) per capita cresceu 0,3% em 2018, repetindo o desempenho registrado um ano antes. O crescimento econômico foi de 1,1% em 2018, uma alta também igual à apresentada em 2017. O avanço do padrão de vida médio do brasileiro segue a passos lentos. Ainda assim, o desempenho nos últimos dois anos representa um alento em relação aos anos anteriores, período em que o PIB per capita caiu levado pela forte recessão. O PIB per capita leva em conta a demografia. Logo, se o PIB sobe 1%, mas a população cresce 2%, na verdade os habitantes ficaram mais pobres. Após quatro anos em alta entre 2010 e 2013, o per capita recuou 0,3% em 2014, início do período recessivo, seguido por quedas mais profundas em 2015 e 2016, auge da crise, quando recuou 4,4% e 4,1%, respectivamente. Cálculos de economistas previam que seria preciso a economia crescer ao redor de 3% entre 2018 e 2021 para voltar ao nível de renda por indivíduo de 2013, véspera da grande recessão. O ano de 2018 já não foi assim e economistas e analistas de mercado já reveem suas previsões para a atividade econômica em 2019, mais perto de 2, com viés de baixa. O que significa que o Brasil vai demorar um pouco mais de tempo para voltar a ter um padrão de renda médio similar ao de 2013. O per capita é usado no cálculo do IDH (Índice de Desenvolvimento Humano), assim como como a escolaridade e a expectativa de vida. (FP) T_economia_ilustracao-2

Notícias relevantes: