Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Criação de vagas tem retração de 82,4% em junho

| 17/07/2014 | 22:21

O mercado de trabalho formal de Jundiaí perdeu 822 postos de trabalho em junho deste ano, de acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). A queda é de 82,4% na comparação com o mesmo mês de 2013. No entanto, desta vez a indústria foi quem mais demitiu (626 postos fechados), ao contrário do resultado obtido no ano anterior, quando o comércio teve números negativos mais expressivos, com 166 demissões e, a indústria, por sua vez, havia aberto 130 vagas.

No acumulado do ano, o saldo negativo é menor: são apenas 126 vagas a menos. Na comparação com o mesmo período de 2013 – de janeiro a junho -, porém, o cenário é de retração, novamente; no ano anterior, até junho haviam sido criadas 1.790 vagas no mercado de trabalho formal. O setor de serviços se destacava com 1.343 postos abertos. Neste ano, são 1.106, queda de quase 20%, já expressiva. 

No cenário nacional, o ministro do Trabalho e Emprego, Manoel Dias, afirmou nesta quinta-feira, 17, que a meta do governo é criar 1 milhão de empregos este ano e que a economia brasileira está consolidada. “Acho que o Brasil não tem mais como retroceder. O Brasil é uma economia consolidada”, disse. Em 2013, foram gerados 1,1 milhão de vagas no país. No primeiro semestre deste ano, são pouco mais de 588 mil vagas. (M.S.)


Link original: https://www.jj.com.br/economia/criacao-de-vagas-tem-retracao-de-824-em-junho/
Desenvolvido por CIJUN