Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Deixar de ser inadimplente é um grande negócio

VINICIUS SCARTON - VSCARTON@JJ.COM.BR | 25/03/2018 | 06:01

Em Jundiaí, a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), através do seu próprio banco de dados, revelou que, em média, nos últimos 5 anos, 14 mil registros de inadimplência foram contabilizados e as dívidas totalizam R$ 1,44 milhão.

Questionada sobre o levantamento de cada ano, a CDL explicou que os números são inconstantes, pois diariamente entram e saem registros e as pessoas ficam inadimplentes todos os dias, da mesma maneira em que sanam suas dívidas. Não é possível, portanto, saber se ficar “no vermelho” está em alta ou caiu em Jundiaí e Região.

Foto: Alessandro Rosman

Foto: Alessandro Rosman

Para o presidente da CDL, Edison Maltoni a inadimplência é uma realidade que reflete o momento do Brasil. “Precisamos, porém, dar condições para que o consumidor quite suas dívidas, sem com isso onerar o empresário e o comerciante”.

A partir deste cenário, a entidade informa que promove algumas ações para ajudar o consumidor. A primeira delas é a Recuperação de Crédito, oferecida aos associados e empresários que estão com duplicatas atrasadas, mediante um sistema de pagamento para limpar o nome, com parcelas e descontos.

Maltoni reforçou que muitas vezes, quitar a dívida é uma questão de negociação. “Com maior flexibilidade, fica mais fácil para o inadimplente resolver seus problemas econômicos”, contou o presidente.

Em busca de solucionar sua pendência financeira e “dar a volta por cima”, o gerente financeiro de uma distribuidora de bebidas de Jundiaí, Luiz Roberto Ferlini, ressaltou que através do serviço de Recuperação de Crédito oferecido pela CDL a empresa em que atua melhorou a performance no recebimento de valores considerados perdidos.

“Entendo que o trabalho da Câmara de Dirigentes Lojistas é fundamental, pois quando esgotamos as tratativas internas com o cliente encaminhamos as informações à entidade para que a cobrança seja executada até o recebimento”, destacou. “A negociação com o devedor dura em média 30 dias. Depois, é a CDL que intermedia as tratativas, de forma bastante insistente. Foi muito gratificante voltar a receber o que deviam à empresa em que trabalho”.

CADASTRO POSITIVO

Outro serviço oferecido pela CDL é o Cadastro Positivo, criado para que a pessoa física ou jurídica possa ser avaliada por suas contas pagas e tenha seu nome incluído na lista de bons pagadores. Além disso, o sistema pode facilitar a análise, ajudando na aprovação de crédito.
Através deste serviço, Maltoni explicou que os processos de avaliação e concessão de crediários e de linhas de financiamentos se tornam mais desburocratizados, podendo resultar até mesmo em redução das taxas de juros e na flexibilização dos prazos para pagamento. “Isso facilita muito a vida do consumidor no momento da aquisição de um empréstimo, já que as informações favoráveis a seu respeito poderão ser utilizadas pelo mercado como ferramenta para análise e reconhecimento de bom pagador”, disse Maltoni.

SERVIÇO

Para mais informações sobre as ações que ajudam o consumidor a voltar a ser adimplente, contate a CDL que está localizada na rua Senador Fonseca, 651, no Centro de Jundiaí. Ou entre em contato com a entidade pelo telefone (11) 4583-2298. O site da Câmara de Dirigentes Lojistas é www.cdljundiai.com.br.

CENÁRIO NACIONAL

A última pesquisa divulgada pela Serasa Experian aponta que 62% dos brasileiros sentiram que suas despesas eram maiores que seus rendimentos ao menos uma vez nos últimos 12 meses.
Dados do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) também mostram que, no Brasil, a taxa de liquidação de dívidas teve um pico de 46,81% em outubro de 2014. Este percentual saltou para 82,26 em julho de 2017.


Link original: https://www.jj.com.br/economia/deixar-de-ser-inadimplente-e-um-grande-negocio/
Desenvolvido por CIJUN