Economia

Estiagem colabora para aumento do preço

2014-08-27_19-06-37_1
Crédito: Reprodução/Internet

O aumento de 20% nos preços das carnes suína e bovina têm preocupado comerciantes de Jundiaí nas últimas duas semanas. A alta segue tendência nacional que ocorre em função de vários fatores, como a longa estiagem em regiões pecuaristas do País, maior demanda no mercado interno e perspectiva de aumento nas exportações da carne brasileira para a Rússia, em função do embargo imposto àquele país pelos Estados Unidos e Europa.

Para evitar redução nas vendas e manter a clientela fiel, os comerciantes dizem que não repassam imediatamente o reajuste no preço de custo das carnes para o consumidor. 

Esse reajuste mexe no bolso dos consumidores, que são obrigados a mudar seus hábitos alimentares para economizar. Apesar de ainda ser mais barata, a carne de frango também subiu, em média 15%.

Mais informações na edição impressa do Jornal de Jundiaí desta quinta-feira (28)


Notícias relevantes: