Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Feirão da Caixa tem imóveis de R$ 148 mil a R$ 800 mil

| 15/05/2014 | 16:57

Com participação de 15 construtoras de Jundiaí e Região e quatro imobiliárias, o Feirão da Casa Própria da Caixa terá imóveis de R$ 148 mil a R$ 800 mil para atender aos mais variados perfis de público entre esta sexta-feira (16) e domingo (18), no Piso G3 do Maxi Shopping. Até o final do ano, R$ 1,6 bilhão deverá ser movimentado.

O segmento com maior procura, de acordo com o gerente regional da Caixa, Domingos Custódio da Silva, é o de empreendimentos populares, onde o déficit habitacional ainda é expressivo no País todo. Embora atualmente sejam restritas as opções de imóveis nesse nicho de mercado em Jundiaí, já que ocorreu uma valorização imobiliária bastante expressiva nos últimos anos, ainda há empreendimentos como o Nova Cidade Jardim, da construtora Santa Angela, que chega em sua sétima fase e já comercializou mais de 1,5 mil unidades. O valor é de R$ 148 mil.

A FA Oliva é outro exemplo de construtora que também atende as necessidades da classe emergente com alguns de seus empreendimentos. “E teremos, ainda, incorporadoras de municípios vizinhos como Itatiba, Cajamar, Franco da Rocha, locais onde esse mercado segue forte”, destaca o gerente regional da Caixa.

Minha Casa, Minha Vida
Para conseguir um financiamento por meio do programa Minha Casa, Minha Vida, do governo federal – um dos que oferecem as menores taxas do mercado -, o imóvel selecionado não pode ter preço superior a R$ 190 mil no caso de Jundiaí (esse valor varia de acordo com o município) e a pessoa interessada precisa ter renda máxima de R$ 4 mil para se encaixar no perfil.

Neste caso, um imóvel com esse valor máximo, por exemplo, poderia ser financiado pela Caixa em até 360 meses. A entrada seria em torno de R$ 53,1 mil e o financiamento de pouco mais de R$ 136 mil (veja dados completos na arte ao lado). “É possível usar o Fundo de Garantia para dar a entrada”, lembra Silva.

Simulações como essa poderão ser feitas durante os três dias de Feirão. Haverá uma equipe de profissionais especializados no setor de habitação, oferecendo também opções de crédito como o consórcio imobiliário, financiamentos para eletrodomésticos e linhas Construcard, voltadas para compra de materiais de construção e também móveis planejados. “A pessoa pode sair do Feirão com o imóvel já mobiliado”, destaca o gerente regional da Caixa.

Carência
Entre as facilidades do Feirão da Casa Própria, há um programa de carência no qual a pessoa pode começar a pagar as parcelas do futuro imóvel somente a partir de janeiro de 2015. As taxas de juros não são alteradas. E o valor máximo, segundo Silva, é de 9,15% ao ano.


Link original: https://www.jj.com.br/economia/feirao-da-caixa-tem-imoveis-de-r-148-mil-a-r-800-mil/
Desenvolvido por CIJUN