Economia

Google anuncia pagamento em débito a Android


O Google anunciou nesta segunda-feira (14) que usuários de Android podem fazer compras na internet com débito. O Google Pay, carteira para pagamentos on-line da empresa, já disponibilizava a função crédito; a de débito era restrita a poucos parceiros. Quem utiliza cartões múltiplos, que contam com débito e crédito, terá a opção de escolher uma das formas de pagamento. A ideia, segundo João Felix, líder de estratégia e operações do Google Pay na América Latina, é replicar a experiência física nas compras on-line, dando a alternativa de pagamento por crédito ou débito na hora da compra. A função débito não tem apelo para varejistas diante do alto volume de fraude nas transações à vista. O Google afirma ter resolvido esse problema. Para a empresa, a estratégia é manter usuários mais tempo online. Segundo Felix, a empresa trabalha com o potencial de aumentar o mercado de consumo na internet para 110 milhões de pessoas no país. Dos brasileiros bancarizados, 60 milhões têm só débito e 50 milhões têm cartão múltiplo. "A medida habilita o usuário a entrar na economia instantânea", diz Felix, se referindo a serviços como iFood, Rappi e Grin. A empresa sai com 18 parceiros, sendo Banco do Brasil, Bradesco e Itaú as instituições financeiras. Dentre os varejistas, há marcas como iFood, Evino, Grin e Claro. O Google afirma que não cobrará dos lojistas, emissores ou processadores de cartões pelo uso da plataforma de pagamento por débito. Varejistas precisam ter a API do recurso, que pode ser baixada no site do Google. Clientes do Banco do Brasil, Bradesco e Next não precisarão ter Google Pay para usufruir da alternativa. O recurso estará presente a sites e aplicativos parceiros.  

Notícias relevantes: