Economia

Justiça proíbe bancos de cobrarem crédito consignado de aposentados


A Justiça Federal decidiu proibir bancos de receberam parcelas de créditos consignados concedidos à aposentados pelo período de quatro meses, sem a cobrança de juros ou multa, em razão da pandemia de covid-19. A decisão foi proferida nesta segunda-feira (20) pelo juiz Renato Coelho Borelli. A ação é do de autoria do advogado Marcio Mello Casado, que argumentou que a dívida dos aposentados alcançou mais de R$ 138 bilhões em 2019, e que os descontos mensais chegariam a R$ 1,1 bilhão para um público que mais pode ser atingido pela pandemia.

Notícias relevantes: