Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Máquinas servem a diversos segmentos

| 25/06/2014 | 00:00

Embora o setor naval seja uma das atuais apostas da Messer no Brasil, a empresa alemã desenvolve máquinas para atender as necessidades de clientes dos mais variados setores, como automotivo, construção civil, metalurgia e até mesmo eletrônicos.

Um equipamento de corte para uma indústria de médio porte, por exemplo, custa de R$ 350 mil a R$ 550 mil de acordo com o diretor técnico comercial, Daniel Frigo. Já uma máquina como a recém-lançada, com furadeira, pode sair de R$ 1 milhão a R$ 2 milhões, dependendo do tipo de negócio para o qual o produto será usado.

O desenvolvimento ocorre principalmente na Alemanha, sede da empresa, mas há ajustes de acordo com normas brasileiras, no caso. Em Jundiaí, a Messer conta com uma equipe de pouco mais de 50 pessoas. Na produção, a mão de obra exige pessoas com formação técnica em áreas como mecatrônica ou eletrônica. Além disso, há engenheiros e uma equipe de vendas muito bem preparada.

“Investimos muito em nossa equipe. Uma pessoa com dois anos de casa e que fale inglês fluente tem a chance de ir fazer treinamento nas unidades da Alemanha ou Estados Unidos”, diz o CEO, Ralf Dippold. E quando se trata do segundo idioma, a Messer oferece aos funcionários aulas de inglês e espanhol.

“Mão de obra qualificada é difícil e fazemos o possível para reter a nossa. Temos um ambiente de trabalho com espaço de jogos, valorizamos momentos de descontração em equipe”, diz Dippold, contando que a média de idade dos colaboradores é de 28 anos.


Link original: https://www.jj.com.br/economia/maquinas-servem-a-diversos-segmentos/
Desenvolvido por CIJUN