Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Menor consumo derruba PIB

| 30/05/2014 | 21:25

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou ontem  (30) que o consumo das famílias – que teve queda de 0,1% no primeiro trimestre deste ano – foi prejudicado pela inflação e pela escassez de crédito.

“Acredito que consumo das famílias teve desempenho fraco fundamentalmente por causa da inflação”, disse o ministro ao comentar o desempenho, nos três primeiros meses do ano, do Produto Interno Bruto (PIB), que é a soma das riquezas produzidas no País. Ele afirmou, no entanto, que a alta de preços no segundo trimestre será bem menor, “o que significa que isso devolverá o poder aquisitivo às famílias”.

Ele apontou também o “crédito caro e escasso” pelo desempenho do consumo, cuja queda foi a primeira desde o terceiro trimestre de 2011. Segundo o ministro, os estoques mais altos e a queda do consumo das famílias foram os principais fatores que afetaram o nível dos investimentos no primeiro trimestre.

O ministro voltou a afirmar que a demanda estaria num ritmo maior se houvesse mais crédito a um custo mais baixo. Ele avaliou que inflação em queda e o ritmo de crescimento da massa salarial garantirá a retomada do consumo das famílias.

“Existe um crescimento natural do consumo. Ele pode ter sido inibido num trimestre, mas ao longo do ano é muito difícil o consumo subir abaixo da massa salarial, a menos que o consumidor resolva fazer poupança”, afirmou.Segundo Mantega, já há estímulo suficiente para investimentos no País e não estão previstas novas medidas nessa direção. “O que estamos precisando é de uma recuperação do consumo, o que também irá estimular a continuidade dos investimentos.” 


Link original: https://www.jj.com.br/economia/menor-consumo-derruba-pib/
Desenvolvido por CIJUN