Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Mercado de trabalho gera oportunidade para aposentados, que entram no ensino superior

VINÍCIUS SCARTON | 05/08/2018 | 01:55

O mercado de trabalho tem gerado oportunidades para os aposentados no Brasil e idosos com 60 anos ou mais estão ingressando no ensino superior. De acordo com o economista Gildo Canteli, o aproveitamento dos aposentados nas empresas tem uma explicação simples. “A experiência deste público gera o interesse. No entanto, em muitos casos o vínculo não é formal, mas mantido sob contrato e até mesmo como prestador de serviços”, comenta.

Foto: Gustavo Amorim/Colaboração ao Jornal de Jundiaí

Foto: Gustavo Amorim/Colaboração ao Jornal de Jundiaí

Segundo Canteli, os aposentados buscam esse tipo de oportunidade profissional, a fim de complementar a renda, que ao longo dos anos vai ficando defasada. “Por esse motivo as empresas admitem esse perfil de funcionário, em virtude da quantidade reduzida de encargos”, diz. Já a diretora de Recursos Humanos, Vânia Mazzoni ressaltou que o aposentado pode até continuar trabalhando por um tempo, porém, com prazo determinado. ”As empresas estão reduzindo as despesas e, no caso dos aposentados, dependendo da área de atuação, as vagas são destinadas para o segmento de consultoria, em virtude da experiência”, afirma.

A presidente da Associação dos Aposentados e Pensionistas de Jundiaí e Região, Fé Juncal também comentou sobre a nova realidade. “Hoje, muitas pessoas estão trabalhando com vínculos formais ou informais por diversos motivos, como: complementação de renda e arrimo familiar”, resume. José Carlos Bernini, de 73 anos, é um exemplo desta realidade apontada por Fé Juncal. Aposentado desde 1998, continua trabalhando como barbeiro. “Sigo atuando porque gosto, estou bem de saúde e o trabalho serve como complemento de renda”, diz.

CLIQUE AQUI E LEIA OUTRAS NOTÍCIAS SOBRE JUNDIAÍ

Tendência
O Censo-2016, do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep,) apontou que entre as 8 milhões de pessoas matriculadas em cursos do ensino superior, cerca de 24 mil têm idade superior ou igual a 60 anos. Para Fé Juncal, o levantamento é positivo. “Os dados refletem um fenômeno social, que trará desdobramentos nas políticas públicas, envolvendo a educação, a saúde e a mobilidade urbana. Afinal, o Inep também revela que 75% desta população que está matriculada em faculdades pelo país consegue concluir o curso”, comenta.

Perseverança
José Luiz Marin Filho, de 64 anos, está prestes a concluir o curso de direito na Faculdade Anhanguera, em Jundiaí. A unidade informou que o aluno é parte da totalidade de 30 estudantes neste perfil. Ao longo da vida ele trabalhou de maneira autônoma na área agrícola, mas desde criança sonhava em ter uma profissão. “Eu não cursei uma faculdade anteriormente por falta de dinheiro, mas a vontade nunca faltou”, disse. Já aposentado, Marin não projeta trabalhar como advogado. “A conclusão do ensino superior será a realização de um sonho”, ressalta.


Link original: https://www.jj.com.br/economia/mercado-de-trabalho-gera-oportunidade-para-aposentados-que-entram-no-ensino-superior/
Desenvolvido por CIJUN