Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Novos investimentos em Jundiaí mostram retomada do setor logístico

NIZA SOUZA - csouza@jj.com.br | 05/03/2018 | 05:10

Depois de um ano com ligeira alta na disponibilidade de espaço de galpões logísticos classe A em Jundiaí, o setor projeta crescimento neste ano. Entre as novidades estão a chegada na cidade do centro de distribuição da multinacional Sandvik e dos novos investimentos. A expectativa positiva na cidade confirma o estudo do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), apontando que os investimentos nesse segmento podem chegar a 22,2% do PIB do País em 2018. Segundo relatório da NAI Brazil (antiga Engebanc), consultoria imobiliária especializada no setor, a disponibilidade de espaço de galpões logísticos, um dos indicadores desse segmento, deve cair para 25% contra os 27,9%, registrados em 2017 em Jundiaí, o principal submercado do País.

REVISTA DIA DA INDUSTRIA CONDOMINIO DE GALPOES THERA PARK FOTOS DIVULGACAO FEITAS POR DRONE

Gerente da consultoria, Rogério Luz destaca que a cidade tem, atualmente, aproximadamente 1,5 milhão de m² construídos em condomínios classe A. O mercado tem ainda cerca de 800 mil metros quadrados projetos para serem desenvolvidos. “Para este ano, projetamos um acréscimo de 0,5% no estoque”, afirma, destacando que o mercado da cidade tem potencial para absorver números superiores a 150 mil metros quadrados. Luz pondera, porém, que 2018 será um ano marcado pelas eleições. “Mesmo assim, os indicadores macroeconômicos têm sinalizado uma tímida recuperação, fazendo com que ocupantes de grandes áreas voltem a pensar em se movimentar. Definido o provável cenário político de sucessão do atual governo, deveremos observar um movimento de tomada de decisão mais intenso.” A mudança da operação logística da Sandvik para Jundiaí deve-se, segundo a empresa, à localização estratégica da cidade, com acesso facilitado aos principais aeroportos, ao Porto de Santos e a importantes polos industriais, como São Paulo, Campinas e Sorocaba. A empresa vai utilizar uma área de 4 mil metros quadrados em um condomínio logístico próximo às rodovias Bandeirantes e Anhanguera. Além da vinda da operação logística da empresa sueca Sandvik, Maurício Ubiratã Pantaleão, diretor da MMJ Consulting, especializada em projetos de desenvolvimento imobiliários nos setores de condomínios logísticos, afirma que há “uma movimentação de empresas de e-commerce analisando novas operações na cidade”.

Atrativos
Diretor de Fomento à Indústria, da Unidade de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Gilson Pichioli também aposta que o setor de logística deve continuar crescendo na cidade. Na semana passada, inclusive, um executivo da Platlog, empresa de logística instalada na cidade, anunciou que a empresa opera com sua capacidade total e, para atender o crescimento registrado, deve realizar novos investimentos na cidade, para atender ao crescimento registrado pela empresa. “Temos que lembrar que Jundiaí é um endereço privilegiado, por onde passam algumas das melhores rodovias do País e muito próxima dos aeroportos de Viracopos e Guarulhos, do Porto de Santos. Tudo isso configura uma situação excepcional em termos de infraestrutura logística”, reforça. Pantaleão também destaca algumas características que colocam Jundiaí como um dos principais polos logísticos do estado. “A cidade está consolidada em termos de maturidade de investimento. Além de possuir uma infraestrutura apropriada (boas estradas, faculdades, restaurantes e hotéis), e estar muito bem localizada, já possui um distrito industrial consolidado, que atrai muita mão de obra qualificada, qualidade de vida e atratividade de investimento. Cada ano que passa percebemos novas instalações de empresas multinacionais na região”, enumera.


Link original: https://www.jj.com.br/economia/novos-investimentos-em-jundiai-mostram-retomada-do-setor-logistico/
Desenvolvido por CIJUN