Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Pessimismo marca expectativa do comércio

| 09/10/2014 | 22:55

O Natal deste ano deverá ser menos alegre, pelo menos para os comerciantes de Jundiaí e região. Entidades que representam o setor esperam crescimento de apenas 3% nas vendas em relação ao ano passado. “É um índice baixo se considerarmos que a média de alta no faturamento nesse período variou entre 7% e 10% nos últimos anos”, afirma o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Jundiaí (CDL), Edison Maltoni.

Ele diz que há várias razões para esse pessimismo, entre elas a desaceleração da economia em nível nacional e o processo eleitoral em curso. “O varejo é o primeiro a sentir os efeitos negativos dessas variáveis que geram desconfiança entre os investidores e o empresariado”, completa Maltoni.

O cenário não é dos mais otimistas também no parque industrial jundiaiense. Segundo o diretor do Ciesp, Mauritius Reisky, o foco da indústria atualmente não está voltado ao aumento da produção, mas sim no equilíbrio dos estoques. “A demanda este ano, principalmente nos dois primeiros trimestres, foi menor do que a esperada e isso, inclusive, obrigou algumas empresas a adotar alternativas, como a redução na produção, para evitar corte de funcionários”, afirma Reisky.

Para incentivar o consumo no comércio jundiaiense no último mês do ano, a Associação Comercial e Empresarial (ACE) – que também estima crescimento de apenas 3% nas vendas – promoverá uma campanha de Natal. Serão sorteados 20 prêmios e 500 vales-compras instantâneos, com a participação de cerca de 800 lojas.

Mais informações na edição impressa do Jornal de Jundiaí desta sexta-feira (10) ou faça uma assinatura digital.


Link original: https://www.jj.com.br/economia/pessimismo-marca-expectativa-do-comercio/

Os comentários estão desativados.

Desenvolvido por CIJUN