Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Prestadores aumentam faturamento graças à lei de descarte de lixo

| 19/10/2014 | 22:54

Gerenciar o lixo gerado durante as várias etapas da cadeia (da produção ao consumo) e dar um destino correto a esses resíduos passou a ser uma obrigação das empresas após a aprovação da Política Nacional de Resíduos Sólidos, que entrou em vigor em agosto.

A Lei Nº 12.305/2010 vem ajudando prestadores de serviço de coleta de resíduos industriais a elevar o faturamento, em um período de baixa produção industrial em todo o País. Por causa da lei, Elias de Souza Ribeiro, gerente-administrativo da Trans Oliva, diz que as empresas acompanham todo o processo de descarte do lixo, e a maioria delas tem uma política de aterro zero, ou seja, evitar que o resíduo tenha que ir para um aterro.

Silvana Marcondes, gerente da Junpapel, que coleta cerca de 1,5 mil toneladas de recicláveis por mês em indústrias da Região, também está otimista com a lei. É graças à nova exigência que o faturamento da empresa vem crescendo e, mesmo com a economia estagnada, nenhuma redução de pessoal precisou ser feita na Junpapel.

Mais informações na edição impressa do Jornal de Jundiaí desta segunda-feira (20) ou faça uma assinatura digital.


Link original: https://www.jj.com.br/economia/prestadores-aumentam-faturamento-gracas-a-lei-de-descarte-de-lixo/

Os comentários estão desativados.

Desenvolvido por CIJUN