Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Produção aumenta 12% para atender torcedores

| 26/06/2014 | 00:00

A indústria cervejeira brasileira produziu 3,2 bilhões de litros da bebida apenas no segundo trimestre deste ano para aplacar a sede de torcedores durante a Copa do Mundo. O volume é 12% maior que o produzido no mesmo período do ano passado, segundo dados da Associação Brasileira da Indústria da Cerveja (CervBrasil).

“É como se tivéssemos substituído um mês de inverno por um mês de alto verão. É como tirar o mês de junho e ter dois meses de fevereiro no ano”, explicou Paulo Petroni, diretor executivo da CervBrasil, que reúne as quatro maiores fabricantes da bebida no País, responsáveis por cerca de 96% do mercado: Ambev, Brasil Kirin, Grupo Petrópolis e Heineken Brasil.

Um estudo do Ibope/Repucom divulgado nesta quarta-feira, 25, confirma que a cerveja é a bebida da Copa do Mundo. A pesquisa conduzida com superfãs de futebol no Brasil – aqueles que efetivamente vão a jogos e estão emocionalmente engajados com o esporte – mostra que 64% consomem cerveja habitualmente.

“Existe uma correlação muito forte entre a paixão pelo futebol e a paixão pela cerveja. A pesquisa mostra que a cerveja é a bebida do superfã de futebol e é a bebida da Copa do Mundo”, disse o diretor-executivo do Ibope/Repucom, José Colagrossi.O mundial de futebol vem impulsionando a indústria cervejeira desde o início de 2014.

Após um desempenho ruim em 2013, quando a produção encolheu 2,6%, a proximidade da Copa voltou a animar o segmento, que apostou até em aumento da frota de caminhões para facilitar o escoamento da bebida. 


Link original: https://www.jj.com.br/economia/producao-aumenta-12-para-atender-torcedores/
Desenvolvido por CIJUN