Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Setor de decoração natalina estima crescimento de 60% em Jundiaí

VINICIUS SCARTON | 10/11/2018 | 05:03

Há um mês e meio do Natal, o comércio de Jundiaí já está movimentado e repleto de artigos e itens alusivos ao período. Em uma loja especializada em artigos para festas no Centro, o responsável comercial Giuliano Mantovani estima um aumento de 60% na comercialização de produtos decorativos natalinos, em comparação aos meses de novembro e dezembro de 2017. “Nós fizemos o primeiro pedido de produtos com nossos fornecedores e já estamos planejando o segundo, para conseguir atender a grande demanda que estamos recebendo”, comemora.

Mantovani também salienta que a loja adotou a estratégia de antecipar a oferta dos referentes ao Natal. “A ideia da antecipação tinha como objetivo apresentar a variedade de produtos disponíveis. No entanto, a partir das postagens em nossas redes sociais, a procura dobrou e por este motivo estamos reforçando os pedidos de artigos decorativos”, comenta. O estabelecimento está trabalhando com linha de personagens infantis, além de itens tradicionais, como árvores, bolas coloridas, enfeites, guirlandas, além de produtos importados. “Os itens de Natal são comercializados a partir de R$ 4”, descreve.

O responsável comercial da loja acredita que o movimento deve melhorar ainda mais a partir da segunda quinzena deste mês, não só na sua loja, mas em todo o comércio. “Estimo uma grande procura para os próximos dias. Afinal, através da especulação on-line estamos bastante otimistas”, resume. O movimento nas lojas especializadas e nas seções de itens natalinos comprova o otimismo do comerciante.

A jovem Letícia Santos do Nascimento, de 21 anos, foi uma que aproveitou a tarde de ontem para comprar novos itens para a decoração do Natal. “Eu pretendo gastar cerca de R$ 300 com enfeites natalinos para a minha casa. Vou comprar guirlanda, bolinhas e outros itens para enfeitar a árvores e deixar tudo mais bonito. A data merece”, diz ela.

A dona de casa Elaine Rezende, de 56 anos, conta que já comprou uma árvore de Natal e alguns enfeites. “Mas estou em busca de outros itens para completar a lista e pretendo gastar no máximo R$ 20 hoje (ontem), além de reaproveitar artigos de outros anos”, ressalta. Já a vigilante Angela de Souza, de 40 anos, está animada com a proximidade do Natal. “Neste ano vou comprar uma estrela para a árvore, piscas-piscas, bolas, entre outros enfeites e pretendo gastar até R$ 120”, encerra.

Foto: Rui Carlos

Foto: Rui Carlos


Link original: https://www.jj.com.br/economia/setor-de-decoracao-natalina-estima-crescimento-de-60-em-jundiai/
Desenvolvido por CIJUN