Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Setor masculino é aposta no mundo da beleza

| 17/06/2014 | 21:52

Lançado recentemente pelo Instituto Embelleze, o curso profissionalizante Barbeiro Academy Hair já é o quarto mais procurado em toda a rede e deve representar 10% do faturamento neste nicho a curto prazo. Com 16 anos de atuação e líder latino-americana em capacitação para o mercado de beleza, esta é a primeira vez que a rede se volta aos consumidores do sexo masculino.  O investimento é motivado, entre outros fatores, pelo aumento da demanda em busca de serviços de beleza e higiene. 

“O comportamento masculino tem mudado em relação aos serviços de beleza, sendo que a presença de homens em salões e barbearias é mais frequente e combina um número maior de serviços,” afirma o presidente-executivo do Instituto Embelleze, Paulo Tanoue, completando: “Hoje, para atender com qualidade essa clientela, é preciso dominar técnicas de cortes mais modernos, saber indicar produtos apropriados de cuidados com a pele e o cabelo, trabalhar com agilidade e eficiência, características que os homens modernos apreciam no atendimento.”

De acordo com dados de pesquisas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o homem brasileiro gasta mais de R$ 80 milhões por ano com beleza. Consequentemente, a procura por serviços especializados é crescente, o que provocou uma rápida adesão ao novo curso da rede Embelleze.  

“Nossos alunos são profissionais em busca de especialização para saberem atender melhor seus clientes e também pessoas que estão apostando na profissão de barbeiro, por tratar-se de um mercado promissor”, explica o presidente da Embelleze. Em menos de dois meses, mais de quatro mil matrículas foram registradas. Destas, 70% são de homens. Em Jundiaí, o Instituto fica na rua Barão de Jundiaí, 520, Centro. 

Credibilidade – Fundado em 1998, o Instituto Embelleze contava apenas com cursos voltados para o mercado de beleza feminina, incluindo aulas para formação de cabeleireiras, manicures, pedicures, maquiadores, entre outros. Com o curso para formação de barbeiros, a rede abre portas para um novo público e leva ao mercado um maior número de profissionais devidamente capacitados para atendimento aos homens. Segundo Tanoue, dentro de dois meses, as primeiras turmas poderão começar a atuar. A rede espera faturamento de R$ 240 milhões em 2014, 20% a mais na comparação com 2013. Atualmente, são 360 franquias e mais de 600 mil profissionais formados em várias regiões do País. Como franquia, a rede soma mais de uma década de experiência no mercado.  


Link original: https://www.jj.com.br/economia/setor-masculino-e-aposta-no-mundo-da-beleza/
Desenvolvido por CIJUN