Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Supermercados de Jundiaí estimam alta de 10% nas vendas

VINICIUS SCARTON | 02/11/2018 | 14:00

Um levantamento feito pela Associação Brasileira de Supermercados (Abras) junto a 102 empresas do setor indicam melhora na estimativa de vendas de produtos natalinos em 2018, na comparação com o ano anterior. Os dados do Departamento de Economia da Abras indicam que a venda desses produtos devem crescer 10,27% neste ano, ante uma projeção de 8,34% em 2017.

Em Jundiaí, o gerente de um supermercado no bairro do Engordadouro, Jefferson Alexandre da Silva confirmou a projeção da Abras. “Neste ano, o estabelecimento projeta um aumento de 10% a 15% em relação ao mesmo período do ano passado”, detalha.

Segundo Jefferson, visando o Natal, o panetone foi o primeiro produto que chegou até o estabelecimento. “No entanto, até a segunda semana de novembro outros produtos estarão expostos em nossas gôndolas, entre eles: frutas, bebidas, além das aves natalinas e outras carnes”, comenta.

Jefferson ainda não estima possíveis reduções ou aumento de preço destes produtos, mas acredita que o movimento no supermercado aumentará a partir da segunda quinzena de novembro. “A expectativa é boa e torço para que isso aconteça”, ressalta.

CONSUMIDORES
O gráfico Leonildo Pedro de Abreu, de 54 anos, pretende adquirir os produtos natalinos com antecedência. “A ideia é economizar no fim do ano e por este motivo vou me antecipar nas compras e adquirir os produtos aos poucos”, diz. Já o comerciante Edson Giacomini, de 63 anos, vai aguardar para comprar os produtos próximo ao Natal.

“Normalmente tenho este costume, a fim de pesquisar, avaliar os preços e a qualidade do produtos”, comenta. A aposentada Regina Lima Brayner, de 58 anos, afirma que neste ano vai aproveitar as ofertas. “Afinal, pretendo economizar na compra do lombo e também do leite condensado, tão utilizado nas sobremesas”, encerra.

Foto: Rui Carlos

Foto: Rui Carlos


Link original: https://www.jj.com.br/economia/supermercados-de-jundiai-estimam-alta-de-10-nas-vendas/
Desenvolvido por CIJUN