Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Trocas de presentes mantém comércio movimentado em Jundiaí

VINICIUS SCARTON | 27/12/2018 | 05:05

O comércio da região central de Jundiaí segue movimentado após o período do Natal, em virtude das trocas de presentes. De acordo com o gerente de uma loja de calçados, Osmar Manoel do Sousa, muitos consumidores aproveitaram a tarde de quarta-feira (26) para este fim. “Tivemos um volume considerável na parte da manhã, que se intensificou na parte da tarde”, afirma.

Segundo Osmar, as trocas de calçados acontecem por diversos motivos, dentre eles, a numeração. “Muitas pessoas são presenteadas e geralmente quem escolhe acaba se equivocando com o tamanho”, explica. Foi o que aconteceu com a secretária Marcia Ribeiro, de 54 anos, que aproveitou duas férias e já trocou a sandália que ganhou de Natal. “A numeração estava errada e por isso já antecipei a troca”, explica.

O gerente de uma loja de roupas, Antonio Carlos Vicente, afirma que o período também é importante para fidelizar clientes. “No momento da troca muitos consumidores optam por adquirir novos produtos”, diz. Antonio Carlos ressalta que a maioria das trocas acontece devido ao tamanho da roupa. “Isso é comum, pois o volume de presentes nesta época do ano é grande”, resume.

A operadora de telemarketing, Beatriz Alves de Oliveira, de 21 anos, também trocou um calçado e aproveitou a oportunidade para fazer mais uma compra. “Além da troca levei para casa uma outra sandália que eu queria”, comenta. Evanda Monteiro da Silva Inácio, de 23 anos, que atua como atendente de marketing trocou ontem de um tênis casual. “Aproveitei a ocasião para comprar uma sandália”, conta.

ORIENTAÇÃO
De acordo com o Procon Jundiaí, os estabelecimentos comerciais não são obrigados a realizar troca por modelo e tamanho, por exemplo, a não ser que tenha havido a promessa no ato de venda. Portanto, o consumidor deve ficar atento às condições que os fornecedores informam para realizar a troca, como prazo, apresentação da Nota Fiscal, etiqueta e restrição para o mesmo modelo.

Caso o produto apresente defeito, o consumidor deve formalizar uma reclamação no estabelecimento ou procurar a Assistência Técnica, no caso de eletroeletrônicos. O fornecedor tem 30 dias para consertar e devolver o produto em perfeito estado. Caso isso não ocorra, o consumidor pode exigir a troca ou até mesmo, o cancelamento da compra. Para tanto, é essencial a apresentação da Nota Fiscal.

Rui Carlos

Rui Carlos


Link original: https://www.jj.com.br/economia/trocas-de-presentes-mantem-comercio-movimentado-em-jundiai/
Desenvolvido por CIJUN