Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

5 milhões de novos empregos formais

| 29/06/2014 | 00:00

O Cadastro-Geral de Empregados e Desempregados (Caged), que mede a geração de postos de trabalho com carteira assinada no país, aponta que no período de janeiro de 2011 a maio de 2014, ocorreu um crescimento de 11,47% na geração de postos formais de trabalho alcançando 5.052.710 empregos criados, uma média mensal de geração de 123.237 postos de trabalho com carteira assinada.

Os dados foram apresentados dia 24 de junho pelo ministro do Trabalho e Emprego, Manoel Dias. No acumulado do ano (janeiro a maio) houve expansão de 1,34% no nível de emprego, equivalente ao acréscimo de 543.231 postos de trabalho. Se considerados os últimos 12 meses, o aumento foi de 867.423 postos de trabalho, correspondendo à elevação de 2,15%.

A geração de 5.052.710 no período de 2011 a 2014 demonstrado pelo Caged foi resultado originado da expansão generalizada dos vários setores de atividades econômicas, com destaque para os setores de Serviços (+2.554.078 postos), seguido do Comércio (+1.140.983 postos), da Construção Civil (+580.023 postos) e da Indústria de Transformação (+510.544 postos).

Em nível geográfico o destaque foi para o estado de São Paulo que respondeu pela criação de 1.349.271 postos de trabalho, o que representou cerca de 27% do saldo líquido do Brasil. No mês de maio, foram gerados 58.836 empregos formais, um crescimento de 0,14% em relação ao estoque do mês anterior. 

Os setores responsáveis pelo desempenho positivo no mês foram a Agricultura; o setor de Serviços  e a Construção Civil. A Indústria de Transformação foi o setor que mais contribuiu para o desempenho mais modesto em maio. 


Link original: https://www.jj.com.br/empregos-e-concursos/5-milhoes-de-novos-empregos-formais/
Desenvolvido por CIJUN