Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

A importância da cultura geral

| 29/06/2014 | 00:00

Em um mundo cada vez mais globalizado, onde as fronteiras entre os países não são mais barreiras intransponíveis, a cultura geral é um item em alta, muito valorizado durante os processos seletivos de grandes empresas. Os jovens que não têm hábito de leitura, que não possuem conhecimentos gerais básicos, e que não têm vontade de querer saber mais e mais, terão dificuldades para se inserir em empresas qualificadas.  

A baixa qualidade do ensino prejudica, e muito, essa condição, mas o jovem que pretende alcançar sucesso na carreira precisa correr atrás de informação para complementar suas deficiências culturais. Quem tiver uma formação mais sólida largará na frente, com condições de fugir dos subempregos e do mercado informal.

Preocupado com a formação intelectual do jovem, o CIEE organiza, constantemente, palestras, seminários e workshops com temas da atualidade, mas também com assuntos históricos relevantes, visando um aprofundamento em questões referentes à preservação da nossa memória. Um dos exemplos é o seminário sobre a Revolução Constitucionalista de 1932, que tantos efeitos trouxe a São Paulo e ao próprio país. O evento que será realizado no dia 8 de julho, às 8h30 da manhã, no Teatro CIEE, em São Paulo, vai debater a importância histórica do movimento, que culminou em uma guerra civil entre o povo paulista e forças federais do governo de Getúlio Vargas.

Foi nessa época que ficou famosa a sigla MMDC (Martins, Miragaia, Dráuzio e Camargo), que simbolizava os jovens mortos durante um conflito em 23 de maio de 1932, na praça da República. Dráuzio, um dos jovens baleados pelos soldados do governo, tinha apenas 14 anos.

O seminário O Ideal da Revolução Constitucionalista de 1932 contará com palestras de Ruy Martins Altenfelder Silva, presidente do Conselho de Administração do CIEE e vice-presidente da Academia Paulista de História (APH); de Luiz Gonzaga Bertelli, presidente executivo do CIEE e da APH; do historiador e jornalista Geraldo Nunes, e de Paulo Nathanael Pereira de Souza, presidente da Academia Paulista de Educação  (APE) e membro da APH. Essa é mais uma oportunidade gratuita para que os jovens possam entrar em contato com a história de São Paulo, formando assim a sua própria identidade.

Mais informações para empresas, instituições de ensino e estudantes interessados em estágio: site www.ciee.org.br ou unidade CIEE de Jundiaí, tel.: 4583-4480.


Link original: https://www.jj.com.br/empregos-e-concursos/a-importancia-da-cultura-geral/
Desenvolvido por CIJUN