Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Novo endereço do CAPS III facilita ressocialização de assistidos

DA REDAÇÃO | 30/01/2019 | 13:38

O Prefeito Luiz Fernando Machado visitou o novo prédio do Centro de Atenção Psicossocial III (CAPS III), na manhã de quarta-feira (30), para fazer a entrega do espaço com nova ambiência para os mais de 900 pacientes atendidos. O local, mais adequado para o atendimento de pessoas com transtornos mentais severos e persistentes, conta com sinalização e padronização visual adequados para o desenvolvimento de atendimento multidisciplinar, oficinas terapêuticas e de capacitação para geração de renda ou reinserção no mercado de trabalho.

“A mudança para o novo espaço garante uma estrutura mais adequada para o atendimento multidisciplinar que é oferecido em Jundiaí, em um local próximo a outros equipamentos públicos, proporcionando a ressocialização, tão importante para essa população. Conversando com as pessoas atendidas e com os profissionais, a constatação é que não há equipamento deste nível de qualidade, conforto e ambiente na rede particular”, detalha o prefeito.

O CAPS III integra a Rede de Atenção Psicossocial (RAPS), da Unidade de Gestão de Promoção da Saúde (UGPS), que ainda conta com CAPS AD III (Álcool de Drogas), IJ (Infanto-Juvenil), Consultório na Rua, CAPS II (atendimento adulto), leitos de internação do Hospital São Vicente de Paulo (10 leitos) e duas Residências Terapêuticas (com 20 pessoas atendidas). “A escolha do novo prédio leva em consideração as necessidades e especificidades do atendimento, com a oferta de atividades físicas na quadra poliesportiva, oficinas terapêuticas e de geração de renda, além da proximidade de outros equipamentos públicos que proporcionam maior oportunidade de reabilitação psicossocial aos mais de 900 atendidos”, detalha o gestor da UGPS, Tiago Texera.

O CAPS III realizou, em média, 2.480 mil atendimentos por mês ano de 2018. Número 25% acima do realizado no ano anterior. De acordo com o coordenador de Saúde Mental da Unidade de Promoção da Saúde Alexandre Moreno Sandri, a ampliação dos atendimentos se dá pelas ações de busca ativa e maior proximidade com a atenção básica (promovida pelo matriciamento de saúde mental), além da ampliação do acesso aos usuários, já que o serviço é porta aberta, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, mas funciona 24 horas, por contar com cinco leitos para hospitalidade noturna para o atendimento dos casos em situação de crise. “A conquista deste espaço é uma vitória para uma luta de mais de 10 anos. A Saúde Mental, nesta gestão, conseguiu avançar muito, com as duas Residências Terapêuticas e agora com este novo espaço”, detalha.

Para Regina Celles Birolim, 53 anos, que faz tratamento no CAPS III desde 2015, o equipamento é sua segunda casa. “Aqui eu sou acolhida, essa é a expressão que define. Tenho o acompanhamento que preciso e faço as atividades que são destinadas pelo meu projeto terapêutico singular. O espaço está muito bonito e tem tudo o que precisamos. Ficou muito melhor para a realização das atividades”, conta.

Vera Lúcia Santos, 57 anos, chegou ao CAPS III há duas semanas após passar por uma internação no Hospital São Vicente de Paulo (HSVP). “Perdi o controle depois de ser demitida. Estava lutando por um emprego há meses e fui demitida. Não aguentei. Entrei em depressão profunda. Aqui estou vendo que eu não estou sozinha. Que outras pessoas estão na mesma situação ou ainda pior”, comenta a mulher, que já está interessada em participar das oficinas de geração de renda.

Luiz Antônio Giavoni, 53 anos, chegou ao CAPS III nesta quarta-feira (30), encaminhado pela UBS Morada das Vinhas. “Passei por uma cirurgia do coração e, quando voltei ao trabalho, fui demitido. Entrei em depressão por isso me encaminharam para cá. Já tomo remédios, mas preciso de mais atendimentos agora”, comenta o homem, que ficou encantado com o espaço de atendimento. “Um lugar com consultórios bonitos, tudo muito limpo e organizado. A administração está de parabéns”, elogiou.

Além dos gestor da UGPS e do Prefeito, o gestor Fernando Souza, da Unidade de Gestão de Negócios Jurídicos e Cidadania (UGNJC), diretores e os vereadores Faouaz Taha (presidente da Câmara), Romildo Antonio, Cícero Camargo da Silva, Rafael Antonucci e Arnaldo Ferreira de Morais também participaram da entrega.

capshorto


Link original: https://www.jj.com.br/empregos-e-concursos/novo-endereco-do-caps-iii-facilita-ressocializacao-de-assistidos/
Desenvolvido por CIJUN