Acervo

Pais e alunos contam como se organizam quando o assunto é estudar


2014-09-26_12-25-26_1
Crédito: Reprodução/Internet

Quem tem filho em idade escolar sabe que fazer a lição de casa e estudar para as provas não é tarefa fácil. Alguns são mais organizados e demandam pouca atenção dos pais, já outros quase enlouquecem as mães, principalmente os menores, ainda bastante dependentes de ajuda para a realização das tarefas escolares, que não são poucas.

Página e páginas nas apostilas, pesquisas dos mais variados temas, livros para ler, maquetes, projetos em grupo. São atividades diversas que necessitam de tempo, paciência e muita dedicação de pais e filhos.

A bacharel em Direito Kátia Fabiana Marçal Oliveira conta que a rotina de estudos com o filho de 7 anos, Samuel Marçal de Oliveira, no 2º ano do Colégio Francisco Telles, é bem complicada e ela já tentou de tudo para que este momento seja menos problemático.

“O dever sempre foi um problema. Não posso dizer que é fácil. Já foi para escola sem fazer o dever; já ficou 4 horas para escrever uma linha; chora muito; tem dor de cabeça; de “mão”, de tudo. Ele chora só de pegar a folha da lição de casa, principalmente quando está completa”, explica ela que reservou um local de estudos para ele e já tentou inúmeras maneiras de incentivá-lo.

“Já mudamos a rotina, mudamos métodos, trabalhamos com recompensas. Já cheguei a ter meu caderno para incentivá-lo; ele já fez o dever sozinho; na companhia da irmã, do pai, da madrinha, da tia, com televisão ligada, com lousa. Foram muitas as maneiras para tentar concluir o dever com mais brevidade e menos tumulto e choros”, explica a mãe que também conta com a orientação da escola para tentar facilitar este momento.


Notícias relevantes: