Acervo

Passaporte para profissão


2014-09-26_12-06-58_1
Crédito: Reprodução/Internet

Formado em Turismo, o gerente João Henrique Costa Negro, 30 anos, escolheu a Austrália como destino para estudar inglês num programa de intercâmbio. “Estudei inglês na adolescência e tive aulas do idioma na faculdade, mas precisava ser fluente, inclusive por causa do meu trabalho", comenta ele que na época, em 2008, trabalhava como assistente de vendas num hotel em Campinas.

Após pesquisas pela internet e conversas com amigos, em janeiro de 2008 ele escolheu uma agência especializada e optou por um programa que oferecia moradia na casa de uma família australiana durante um mês. "O bacana é que a Austrália é um dos poucos países que permite estudantes trabalharem legalmente. Levei um dinheiro para me manter por meses, mas além de melhorar o inglês, queria ter uma experiência profissional na área de hotelaria.", afirma.

Ele detalha que o investimento médio para um programa de intercâmbio na Austrália com curso de inglês com duração de seis meses, moradia na casa de família durante um mês, passagens aéreas e taxas de visto incluídas custa em média R$ 20 mil. “Mas hoje em dia se tornou viável porque há financiamentos e é possível flexibilizar as formas de pagamento”, observa. Sobre o dinheiro para cobrir eventuais gastos, ele ressalta que como existe a possibilidade de trabalhar, a partir do segundo mês o estudante já tem condições de se manter.”


Notícias relevantes: