Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Produtividade do HSV cresce 25% com série de melhorias

Da Redação | 27/10/2019 | 05:00

A estrutura centenária do rédio do Hospital São Vicente (HSV), que completa 117 anos, já conta com 238 leitos de internação, corpo clínico e uma equipe assistencial de excelência, mas agora une mais uma ação ao erviço: a implantação japonesa LEAN.

Criada em 1980 por montadora de carros de luxo japonesa, o método ‘LEAN de Melhoria de Processos’ é uma metodologia de melhoria contínua com foco na Gestão e Melhoria dos Processos da empresa, e que veme sendo adaptada aos mais diversos ambientes, inclusive o hospitalar. “No atendimento de hospital, existe um tempo ideal para que o paciente receba seu atendimento e tenha a sua demanda resolvida. Com a implementação do método identificamos qual é esse tempo ideal e já conseguimos, a partir da adequação de processos e tomadas de decisões no tempo correto, ampliar a produtividade nos setores de internação e Pronto Socorro”, explica o superintendente do HSV, Matheus Gomes.

Antes da implementação das melhorias, organizações e da metodologia, eram realizadas 520 cirurgias em média em 2016. No mês de setembro deste ano, o número foi de 604 procedimentos cirúrgicos, com recorde de 652 intervenções em um mês. O incremento foi possível com a adequação de rotinas internas e agilidade na tomada de decisões.

“Desta forma estamos produzindo mais, com o mesmo espaço disponível, ou seja, usando os mesmos recursos de forma eficiente e eficaz. Com a estrutura atual do HSV, um dia de internação que reduzirmos na média de permanência, repercute em disponibilizar mais 50 leitos para receber mais pacientes em novos procedimentos”, diz.
O prefeito Luiz Fernando Machado resssaltou quea saúde permanece como prioridade das ações da gestão, com medidas necessárias para reverter o quadro de colapso financeiro do hospital que identificamos ainda em janeiro de 2017. ‘Pagamos o 13º dos funcionários, que estava atrasado, e equalizamos todas as dívidas, acumuladas até dezembro de 2016 em cerca de R$ 260 milhões”, explicou.

E completa. “Feito isso, lançamos mão de investimentos que tivessem resultados efetivos na qualidade do atendimento prestado aos pacientes de Jundiaí. Há indicativos claros que asseguram a efetividade das ações. O São Vicente é o mais resolutivo do Estado, com a melhor equipe médica e assistencial”, lembra.

Os benefícios vão além da parte administrativa do espaço e refletem diretamente ao usuário. Em épocas de pico de atendimento, o Pronto-Socorro chegou a contar com mais de 100 pacientes internados no local. Atualmente o tempo de permanência do espaço foi reduzido significativamente. “Identificamos gargalos, otimizamos os fluxos internos de avaliações e procedimentos que repercutem em conforto, resolutividade e qualidade de tratamento”, argumenta o diretor clínico Frederico Michelino de Oliveira.

A paciente Isaura Canova Scalli, 72 anos, internada devido a um problema no pulmão, conhece o trabalho do hospital e afirma que percebeu inúmeras melhorias. “Eu já estive muitas vezes no São Vicente, tanto como paciente quanto como acompanhante. Desde a entrada já reparei que o atendimento foi mais rápido e que as equipes estavam mais organizadas”, afirma.

Histórico

O HSV é reconhecido pela Central de Ofertas de Serviços de Saúde (CROSS) da Secretaria de Estado da Saúde (SES) como o hospital mais resolutivo entre as regiões de saúde paulistas, com 95% dos casos atendidos em urgência e emergência resolvidos sem a necessidade de encaminhamentos para outras instituições.

Estruturante da Aglomeração Urbana de Jundiaí (AUJ), o HSV é referência para o atendimento de alta complexidade em Trámauto-Ortopedia, Oncologia, Cardiocirurgia e Neurocirurgia para uma região com cerca de 1 milhão de habitantes.


Leia mais sobre
Link original: https://www.jj.com.br/especiais/produtividade-do-hsv-cresce-25-com-serie-de-melhorias/
Desenvolvido por CIJUN