Esportes

Torcida do Palmeiras protesta na Academia


Integrantes de torcidas organizadas do Palmeiras protestaram neste sábado (17) em frente à Academia de Futebol. Os principais alvos foram o presidente Maurício Galiotte, o diretor de futebol Anderson Barros e os jogadores.

Os torcedores abriram várias faixas com protestos na avenida Marquês de São Vicente, local em que fica o centro de treinamentos do Verdão.

"Maurício Banana", "Fora Barros" e "Salários milionários, futebol pobre" eram alguns exemplos de faixas levadas pelas organizadas. Os torcedores pediram ainda a saída do gerente Cícero Souza.

Além dos dirigentes, jogadores como Gustavo Scarpa, Felipe Melo, Lucas Lima, Ramires, Marcos Rocha, Rony, Luan, Raphael Veiga, Mayke, Jailson e Zé Rafael também foram alvos.Por volta das 12h, os torcedores começaram a rasgar e jogar no lixo bandeiras alusivas a jogadores do atual elenco. De novo, Felipe Melo foi um dos principais alvos.

(Das agências)


Notícias relevantes: