Esportes

Conmebol cogita a volta do público na Copa América

A principal competição de seleções da América do Sul será disputada em meados de 2021


A Conmebol cogita a possibilidade de realizar a Copa América de 2021 com público nos estádios, seja com capacidade limitada de espectadores ou cheios, se surgir uma vacina eficaz contra o coronavírus, disse nesta segunda-feira à Reuters seu secretário-geral adjunto de futebol e diretor de desenvolvimento, Gonzalo Belloso.

A principal competição de seleções da América do Sul, adiada em um ano devido à pandemia, será disputada em meados de 2021 com um novo formato de dois países-sede: Argentina e Colômbia.

"A projeção é fazer a Copa América com público total caso haja a vacina contra o coronavírus", disse Belloso em uma entrevista à Reuters. "Caso não seja possível, também já projetamos com a possibilidade de que seja com 30%, 40% de capacidade dos estádios", acrescentou o ex-jogador argentino, que faz parte do conselho diretivo da Confederação Sul-Americana de Futebol.

Belloso ainda sinalizou que a decisão final dependerá das autoridades de Argentina e Colômbia, tanto para permitir as partidas com público como para a entrada de estrangeiros em cada país.

Por sua vez, o dirigente indicou que as Copas Libertadores e Sul-Americana continuarão sendo disputadas sem público até a conclusão das edições de 2020, mas disse que o Conselho da Conmebol avaliará a situação para a data dupla da eliminatória sul-americana de novembro.

 (Das agências)

 


Notícias relevantes: