Esportes

Sem grande atuação, Brasil bate Venezuela e fica líder

Eliminatórias Seleção não fez jogo empolgante como os últimos, mas venceu em casa e conseguiu manter aproveitamento


DIVULGAÇÃO
Não foi uma boa atuação da Seleção Brasileira, mas a equipe venceu e continua com 100% de aproveitamento
Crédito: DIVULGAÇÃO

Na noite desta sexta-feira (13), o Brasil recebeu a Venezuela no Morumbi para o jogo da 3° rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022.

No primeiro tempo, o Brasil teve mais posse de bola (77% x 23%), mais finalizações (8 x 2), mais passes (325 x 98)... Mas a qualidade das finalizações foi desanimadora. Dos oito chutes a gol, apenas dois foram na direção certa, dando trabalho para o goleiro Fariñez.

Os desfalques no elenco fizeram a etapa não ser tão empolgante, mesmo com várias chegadas da Seleção. Neymar, Phillipe Coutinho, Gabriel Menino, Casemiro, entre outros, com lesões e diagnósticos positivos de covid-19, desfalcaram o elenco.

Voltando aos lances, a seleção Canarinho marcou no primeiro tempo, com Richarlison aos 6 e Douglas Luiz aos 40, mas ambos não valeram por impedimento e falta de ataque, respectivamente.

O lance que deu mais susto para a defesa venezuelana foi aos 28 minutos, após Allan girar bem pelo meio e achar Firmino pela esquerda. Ele dominou e soltou a bomba de fora da área, e Faríñez espalmou. Richarlison ainda perdeu uma chance inacreditável quatro tempos depois, dentro da grande área.

Na etapa final, foi o mesmo estilo de jogo do tempo anterior. Os cruzamentos foram a principal arma para atacar, mas não tinham boas conclusões.

Passou um tempo sem chances claras de gol de ambas as partes. Mas o gol saiu depois de muita persistência e sem brilho nas jogadas. Everton Ribeiro apareceu pela direita, cruzou com a perna ruim mesmo, na cabeça de Renan Lodi, que aparecia no segundo pau, o lateral testou para o meio da área, e Firmino escorou para a meta, no contrapé de Fariñez, marcando o gol da vitória do Brasil.

Para não deixar a Venezuela de fora, o lance que deixou a Seleção apreensiva foi nos acréscimos, aos 47, quando Otero arrancou da esquerda para o meio, e Firmino derrubou o jogador do Corinthians. O próprio Otero, claro, foi para a cobrança, afinal, ele é o cara da bola parada. Na execução, a bola passou por cima do gol de Ederson, graças a um leve desvio.

Mas ficou por isso. Brasil venceu por 1x0 a Venezuela sem uma grande exibição como nos últimos jogos contra Bolívia (5x0) e Peru (4x2), mas manteve os 100% de aproveitamento, com 9 pontos no topo da tabela.


Notícias relevantes: