Esportes

Carros elétricos 'não são a única solução', diz CEO


Novo CEO da Fórmula 1, o italiano Stefano Domenicali deixou claro que a categoria não pretende implantar motores totalmente elétricos nos próximos anos. Para o dirigente, as atuais unidades híbridas de potência, com utilização de gasolina e também sistemas de recuperação de energia e turbos, mostram que há diversos caminhos a serem seguidos pela indústria automotiva.

"Sustentabilidade pode ser vista numa dimensão de CO2 ou em outras coisas relacionadas a isso, mas vamos focar nas emissões ou tecnologia. Penso que a Fórmula 1 tem um grande futuro para mostrar que não existe apenas eletrificação no mundo automotivo. Acho que a hibridização é um ótimo caminho e terá um grande futuro", comentou em entrevista.

As atuais especificações de motores foram adotadas em 2014, em substituição aos motores aspirados de oito cilindros. Apesar de as emissões de gases poluentes terem sido reduzidas, as unidades de potência são criticadas pelo alto custo de operação e complexidade de construção.

 (Das agências)


Notícias relevantes: