Esportes

Final retrata força dos dois elencos


Divulgação
O Palmeiras venceu o 1º confronto e entra em campo com a vantagem
Crédito: Divulgação

A cena de um capitão palmeirense ou gremista levantando a taça neste domingo (7) não será inédita na história de nenhum dos finalistas. Afinal, ambos têm trajetórias gloriosas na Copa do Brasil e já faturaram alguns títulos do torneio. O Palmeiras, três vezes, e o Grêmio, em cinco oportunidades.

Equipes só têm a oportunidade de gritar "é campeão" se competem pelas taças que disputam. E quem joga mais decisões, é claro, tem maior possibilidade de sair vitorioso. É o caso tanto do time alviverde como do tricolor gaúcho, acostumados a tocar a glória nos últimos anos.

A vantagem alviverde de 1 a 0 construída em Porto Alegre, no jogo de ida da final, coloca o time de Abel Ferreira mais próximo da conquista.

Para o Palmeiras, a chance do título em casa é a continuação de um momento vitorioso e que coroaria uma temporada já eternizada pela conquista da Libertadores.

A taça continental se junta aos Campeonatos Brasileiros conquistados pelo clube em 2016 e 2018, além do menos relevante Campeonato Paulista de 2020, sucessos que corroboram a imagem do Verdão nos últimos anos.


Notícias relevantes: