Esportes

Corinthians tem quarto ano com saldo negativo

CRISE O fechamento de 2020 apontou uma dívida recorde de R$ 123 milhões, sem contar a Arena


DIVULGAÇÃO
Duílio Monteiro já traça o planejamento para a temporada 2021 pensando em cortar gastos e gastar pouco
Crédito: DIVULGAÇÃO

O Corinthians fechou 2020 com déficit de R$ 123 milhões. A informação consta em balanço financeiro que deve ser divulgado pelo clube na próxima semana. Desta forma, o Corinthians fecha as contas no vermelho pelo quarto ano seguido. Em 2019, o resultado tinha sido ainda pior: R$ 195,4 milhões de prejuízo, o pior resultado da história do clube.

A última vez que o Timão teve um resultado financeiro positivo foi em 2016, ano marcado pela venda de diversos atletas que tinham sido campeões brasileiros na temporada anterior. Na ocasião, houve superávit de R$ 31 milhões.

Inicialmente, o Corinthians previa terminar 2020 no azul, com superávit de R$ 40 mil. Porém, a pandemia de coronavírus, que paralisou o futebol por meses e tirou o público dos estádios, fez com que a diretoria alvinegra refizesse as contas. No fim do ano passado, estimava-se um prejuízo de R$ 83 milhões - este dado consta no orçamento para 2021 enviado aos conselheiros do clube.

Mesmo reduzindo os salários de jogadores e funcionários durante os meses de quarentena, o Corinthians não conseguiu evitar o déficit milionário. O clube sofreu uma queda considerável de receitas de direitos de transmissão, Fiel Torcedor, explorações comerciais, entre outras.

O resultado seria ainda pior caso o clube não tivesse faturado quase R$ 190 milhões com vendas de jogadores, como Pedrinho, Carlos Augusto, Júnior Urso, Clayson, entre outros.


Notícias relevantes: