Esportes

Brasil termina Pan de tiro com arco com vaga olímpica e cinco pódios

A delegação brasileira conquistou cinco medalhas: dois ouros, uma prata e dois bronzes


MRA
Brasil termina Pan de tiro com arco com vaga olímpica e cinco pódios
Crédito: MRA

O Campeonato Pan-Americano de tiro com arco chegou ao fim neste domingo (28) em Monterrey (México) com o vice-campeonato do brasileiro Marcos D'Almeida no arco recurvo masculino. Garantido na Olimpíada de Tóquio (Japão) pela medalha de prata nos Jogos Pan-Americanos de Lima (Peru) em 2019, o carioca venceu o chileno Ricardo Pedraza na semifinal, mas perdeu para o colombiano Santiago Arcilla na decisão em solo mexicano.

O Brasil também subiu ao pódio no arco recurvo masculino com Bernardo Oliveira, que derrotou Pedraza na disputa pelo terceiro lugar.

A delegação brasileira conquistou cinco medalhas no Pan: dois ouros, uma prata e dois bronzes. Na quarta-feira (24), Marcus e Ane Marcelle dos Santos foram campeões nas duplas mistas. Na quinta-feira (25), o pais venceu a disputa por equipes entre os homens (Marcus, Bernardo e Marcelo Costa) e foi bronze por seleções femininas (Ane Marcelle, Ana Machado e Marina Canetta).

Ane Marcelle, inclusive, deixa o México com a vaga assegurada em Tóquio. Natural de Maricá (RJ), ela venceu no sábado (27) o Pré-Olímpico das Américas no arco recurvo feminino, disputado simultaneamente ao Pan. A vitória sobre a argentina Florencia Leithold, nas quartas de final, aliada à derrota da também brasileira Ana Machado na primeira semifinal para a canadense Stephanie Barrett, garantiram a classificação da fluminense, que bateu a equatoriana Adriana Espinosa e a própria Barrett para coroar a campanha com título.

"Estou muito feliz e orgulhosa. Foram muitos anos de treino para conquistar essa vaga. Vim para cá buscar o lugar olímpico para o Brasil. Treinei e me sacrifiquei para estar aqui", comemorou Ane Marcelle, em depoimento à World Archery, a federação internacional de tiro com arco.

 


Notícias relevantes: