Esportes

Mbappé e Neymar dão a vantagem ao PSG na ida

Champions Com dois gols do francês e duas assistências do brasileiro, o Paris fez 3 a 2 no Bayern


Divulgação
Mbappé marcou duas vezes, Neymar deu duas assistências, e o PSG saiu de campo com uma vitória gigante
Crédito: Divulgação

As redes sociais pediam o dia de Neymar. E foi. Mas também foi o dia de Mbappé, Marquinhos e Navas. A soma dos fatores levou o PSG a derrotar o Bayern por 3 a 2, nesta quarta-feira, numa Munique debaixo de neve, no jogo de ida das quartas de final da Liga dos Campeões e reencontro da última decisão.

O craque brasileiro deu duas belas assistências, enquanto o francês marcou mais duas vezes. Lá atrás, o goleiro costarriquenho segurou um bombardeio de finalizações dos alemães e assegurou a ótima vantagem para a decisão na terça que vem, em Paris. Marquinhos fez o dele, enquanto Choupo-Moting (cumprindo a lei do ex) e Müller descontaram.

O desenho do jogo permitiu a melhor versão de Mbappé, letal quando acionado em contra-ataques. Não foram muitas vezes ao longo dos 90 minutos, é bem verdade, mas o camisa 7 francês não precisa de tanto. Logo aos três minutos, Neymar tabelou com Di María, puxou a marcação e deixou Mbappé livre para chutar. Neuer falhou feio: 1 a 0. Na etapa final, aos 23, foi Di María quem deu a assistência para ele cortar para o meio e bater por baixo, surpreendendo Boateng. O estrago já estava feito.

Depois de ser expulso contra o Lille no sábado, Neymar brindou os críticos com uma grande atuação. As duas assistências foram belíssimas, especialmente a segunda, para Marquinhos, aos 28 minutos do primeiro tempo, lançando com a canhota enquanto a defesa do Bayern saía para deixar o zagueiro em impedimento. Suspenso no Francês por dois jogos, ele poderá descansar para estar em campo no Parque dos Príncipes depois de evitar um amarelo hoje - embora siga pendurado para uma eventual ida da semifinal.

Das 31 finalizações do Bayern no jogo, 12 foram no alvo. Navas conseguiu fazer 10 defesas, algumas delas de alto nível de dificuldade para garantir a vitória do PSG.


Notícias relevantes: