Esportes

Ameaçado, Mancini pede paciência com os garotos

CORINTHIANS De herói a vilão, o treinador corintiano já enfrenta resistência de parte da torcida


DIvulgação
Desacreditado quando chegou, Vagner Mancini já não é visto como unanimidade pela torcida do Corinthians
Crédito: DIvulgação

O técnico Vagner Mancini pediu paciência com os meninos no Corinthians. Na última sexta-feira, o trio Rodrigo Varanda, Cauê e Vitinho acabou substituído no intervalo depois de um primeiro tempo muito ruim no empate por 1 a 1 com o São Bento, na Neo Química Arena. Para o treinador, errar em lances bobos faz parte do amadurecimento dos jogadores.

"Destes meninos, o Varanda foi o que teve sequência maior de jogos. Também não gostei da atuação deles, em cima da partida, levamos um gol cedo, tivemos que nos expor mais, arriscar, chegar na área e entrar numa zona de campo apertada, onde tem a tendência de errar mais, com um adversário mais fechado, que proporciona mais erros. Isso foi decisivo. Rodrigo, Cauê e Vitinho não fizeram bom jogo, erraram lances bobos, mas faz parte do amadurecimento. Estou aqui para colocar e tirar dentro do que achamos mais certo", disse Mancini.

Neste sábado (17), em nota oficial, a Gaviões da Fiel, principal torcida organizada do time, fez uma cobrança pelos últimos resultados negativos e inclusive pediu a saída do técnico Vagner Mancini.

No comunicado, a Gaviões entende que, apesar do Timão ser líder no Paulistão, o time tem uma extensa lista de números negativos, incluindo passes errados, desarmes sofridos, finalizações erradas e bolas perdidas na competição. A organizada ainda citou o fato de não poder ir até o CT Joaquim Grava "cobrar" os jogadores presencialmente.


Notícias relevantes: