Esportes

Clássico pode dar respiro a Mancini

Corinthians chega para o clássico buscando respiro e o time defendendo uma invencibilidade


DIVULGAÇÃO
Vagner Mancini já começa a ser pressionado por parte da torcida
Crédito: DIVULGAÇÃO

Depois de perder um jogo importantíssimo dentro de casa na Sul-Americana, diante do Peñarol, por 2 a 0, o Corinthians chega para o clássico contra o São Paulo, domingo, com o técnico Vagner Mancini buscando respiro e o time defendendo uma invencibilidade de 13 jogos na Neo Química Arena diante do rival, que jamais venceu em Itaquera.

Com dez vitórias e três empates, o Timão acumula 26 gols marcados no duelo, o que dá uma média de dois por partida. O São Paulo, por sua vez, marcou dez (média de 0,76).

Neste clássico, o Corinthians tem a chance de fazer ou de se aproximar do gol 500 contra o arquirrival. Em 347 jogos, venceu 131 vezes e marcou 497 gols (média de 1,43 por jogo). O São Paulo, que venceu 106 duelos, já marcou 468 gols (média de 1,34). Os times empataram em outros 110 duelos.

Para os torcedores, a manutenção da invencibilidade vem se tornando algo importante nos últimos anos. Num momento de questionamentos a Vagner Mancini, a vitória ganha ainda mais peso. Embora exista pressão externa por sua demissão, a diretoria banca um trabalho de longo prazo com ele. Em entrevistas, Mancini tem reforçado que possui esse respaldo.

(Das agências)

 


Notícias relevantes: