Esportes

Santos só empata com o Braga e se complica na classificação

Paulistão O Peixe saiu atrás do RB Bragantino, buscou o empate, e ainda teve o gol da virada, de Jean Mota, anulado pelo VAR


Divulgação
O Santos buscou o empate contra o Bragantino e segue fora da zona de classificação para a próxima fase
Crédito: Divulgação

O Santos buscou o empate e até ensaiou uma virada contra o Red Bull Bragantino, na noite deste sábado, mas teve um golaço anulado pelo VAR no estádio Nabi Abi Chedid e precisou se contentar com o 1 a 1, resultado suficiente para assegurar a classificação da equipe de Bragança para as quartas de final do Paulistão.

O resultado é um respiro ao Santos após semana conturbada, de demissão de técnico e derrota na Libertadores. Porém, ainda não desliga o alarme de perigo para o time no Paulistão. O Alvinegro é o terceiro colocado do Grupo D com 10 pontos, correndo o risco de ficar fora das oito primeiras colocações pela primeira vez desde 2003.

Claudinho colocou o Massa Bruta na frente, e Lucas Braga empatou para o Peixe, que segue ameaçado de eliminação na primeira fase do campeonato. O empate quebrou uma série de quatro derrotas do Santos na temporada.

Recorrentemente criticado pela torcida santista, Jean Mota ganhou uma oportunidade entre os titulares e fez um bom jogo. O meia teve um golaço que não foi validado por conta de um impedimento na origem da jogada e depois quase virou o jogo numa cobrança de falta que exigiu elasticidade do goleiro Cleiton para espalmar.

O Red Bull foi muito bem na primeira etapa e soube aproveitar o momento frágil que o Santos vem enfrentando. A recompensa veio aos 28 minutos, com o gol de Claudinho. Pará tentou sair jogando após um cruzamento afastado, mas teve a bola roubada por Pedrinho, que tocou para o camisa 10 mandar de primeira e abrir o placar.

Com apenas dois minutos da etapa complementar, o Santos chegou ao empate numa trama bem semelhante ao gol do Bragantino. Arthur errou na saída de bola e permitiu o contra-ataque ao Santos. Marinho inverteu para o lado esquerdo, onde chegava Lucas Braga, que matou no peito e finalizou com uma bomba.

Jean Mota ainda acertou um lindo chute de três dedos no ângulo do goleiro Cleiton. Porém, o VAR flagrou a posição irregular de Marinho na origem do lance e anulou o golaço do meia.

Com o empate, o Santos foi a dez pontos, na terceira colocação do Grupo D, com um ponto a menos e um jogo a mais do que o Guarani, o atual segundo classificado - e que neste domingo recebe o Novorizontino. O Bragantino foi a 22, na liderança do Grupo C, e tem a classificação assegurada, mas ainda precisa confirmar a primeira colocação.


Notícias relevantes: