Esportes

Saúde vai elaborar protocolo de segurança para a Copa América


Fernando Frazão/Agência Brasil
Rio de Janeiro - O ministro da Saúde Marcelo Queiroga, fala da vacinação dos atletas olímpicos brasileiros para os jogos de Tóquio, no Japão.(Fernando Frazão/Agência Brasil)
Crédito: Fernando Frazão/Agência Brasil

O Ministério da Saúde informou que vai elaborar um protocolo de segurança para a realização da Copa América no Brasil. Segundo o ministro Marcelo Queiroga, o protocolo será elaborado em parceria com as autoridades sanitárias dos estados onde ocorrerão os jogos.

“Seguindo as recomendações de vossa excelência [presidente da República], o Ministério da Saúde elaborará, em parceria com as autoridades sanitárias dos estados onde acontecerão os jogos, um protocolo para promover a segurança dos atletas, comissão técnica e quem acompanha a nossa Copa América”, disse Queiroga.

O Brasil foi confirmado hoje (1º) como sede da Copa América, em um anúncio  do ministro-chefe da Casa Civil, Luiz Eduardo Ramos. No anúncio, Ramos disse que “venceu a coerência”, argumentando que o país já recebe jogos da Copa Libertadores, da Copa Sul Americana, do Campeonato Brasileiro e dos campeonatos estaduais. O Brasil atendeu a um pedido da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) para receber o torneio. A Copa América terá início no dia 13 e vai até 10 de julho.

As sedes originais do torneio eram Colômbia e Argentina. Os colombianos desistiram devido à grave crise social que tomou conta do país. Posteriormente, o governo argentino também desistiu do evento por causa da piora da pandemia na Argentina. Com aproximadamente 45 milhões de habitantes, a Argentina registrou mais de 3,6 milhões de casos da doença e 76 mil mortes causadas pelo vírus.


Notícias relevantes: