Esportes

Corinthians mostra evolução defensiva e vence a primeira com Sylvinho

Ainda sem conseguir uma exibição que possa encher os olhos de seu torcedor, o time conseguiu vencer o América-MG por 1 a 0.


MARCELLO ZAMBRANA
Corinthians vence América-MG
Crédito: MARCELLO ZAMBRANA

Ainda sem conseguir uma exibição que possa encher os olhos de seu torcedor, o Corinthians mostrou uma evolução no sistema defensivo neste domingo (6) e conseguiu vencer o América-MG, por 1 a 0, em partida pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro, disputada na Arena Independência, em Belo Horizonte.

Fábio Santos, de pênalti, definiu o placar que aliviou um pouco a pressão que já começava a crescer sob o técnico Sylvinho, recém-contratado.

Foi a terceira partida do time alvinegro com o treinador no banco de reservas. Nos dois primeiros compromissos, perdeu duas vezes para o Atlético-GO, uma na abertura do Nacional, por 1 a 0, e outra pela Copa do Brasil, por 2 a 0, no jogo de ida pela terceira fase da competição.

A sequência ruim o impediu de poupar jogadores diante da equipe mineira mesmo com a necessidade de vencer o clube goiano no jogo de volta, na próxima quarta-feira (9), por pelo menos dois gols de diferença para levar a disputa para os pênaltis.

Desta vez, Sylvinho optou por uma tática mais conservadora do que adotou nos jogos com o Atlético. Ele povoou o meio de campo com quatro jogadores, Gabriel, Cantilo, Roni e Araos, e ainda pedia para Luan e Gustavo Silva darem apoio quando o time não estivesse com a bola para proteger a linha de defesa.

Em relação aos últimos jogos, o treinador também fez quatro alterações na escalação: deixaram o time titular Raul, Piton, Camacho, Ramiro e Vital. Entraram João Victor, Fábio Santos, Gabriel, Roni e Cantillo.

Fábio Santos acabou sendo a mudança mais efetiva. Foi ele quem converteu a cobrança do pênalti que abriu o caminho para a vitória, aos 28 minutos do primeiro tempo. No lance anterior, Gustavo Silva havia sido derrubado na grande área por Marlon.

Apesar do placar magro, o Corinthians administrou a vantagem até o fim, evitando correr risco na defesa mesmo que tivesse de abdicar de fazer uma pressão no ataque para ampliar o marcador.

Perto do fim, aos 37, chegou a levar um susto, mas o gol anotado por Ribamar foi anulado porque ele estava em posição irregular.

Pelo Nacional, o time alvinegro volta a campo no próximo sábado (12), quando enfrentará o Palmeiras, na casa do adversário.

AMÉRICA-MG

Matheus Cavichioli; Diego Ferreira (Eduardo), Eduardo Bauermann, Anderson, Marlon (Alan Ruschel); Zé Ricardo (Gustavo), Alê, Juninho; Ademir, Felipe Azevedo (Ribamar), Rodolfo (Bruno Nazário). T.: Lisca

CORINTHIANS

Cássio; Fagner, João Victor, Gil, Fábio Santos; Roni (Ramiro), Gabriel, Cantillo (Camacho), Araos (Lucas Piton); Gustavo Mosquito e Luan (Léo Natel). T.: Sylvinho

Estádio: Independência, em Belo Horizonte (MG)

Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)

Auxiliares: Eduardo Gonçalves da Cruz (MS), Márcia Bezerra Lopes Caetano (RO)

VAR: Rodrigo Nunes de Sá (RJ)

Cartões Amarelos: Eduardo Bauermann e Ribamar (AME); Camacho, Gabriel e Araos (COR)

Gol: Fábio Santos (COR), aos 28'/1ºT


Notícias relevantes: